Siga nossas redes

Negócios

Itaú tem lucro líquido gerencial de R$ 8,7 bi, alta de 13,9% em um ano

O banco tem originado crédito em ritmo mais acelerado que os pares.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 3 minutos

O Itaú Unibanco (ITUB3 e ITUB4) registrou lucro líquido gerencial de R$ 8,742 bilhões no segundo trimestre de 2023, de acordo com balanço divulgado nesta segunda-feira (7). O resultado é 13,9% superior ao observado no mesmo intervalo de 2022, e em relação ao primeiro trimestre deste ano, representa um crescimento de 3,6%.

No primeiro semestre deste ano, o banco teve resultado gerencial de R$ 17,177 bilhões, alta de 14,2% em relação ao mesmo período do ano passado.

30/06/2019 REUTERS/Rodrigo Garrido

No último ano, os números do Itaú cresceram diante de uma inadimplência mais controlada que nos concorrentes privados Bradesco (BBDC3 e BBDC4) e Santander Brasil (SANB11). O maior banco da América Latina tem clientes com renda média mais elevada, o que reduziu o impacto da alta dos juros sobre a qualidade dos ativos. Este efeito voltou a aparecer no balanço divulgado hoje.

Diante deste efeito, o banco tem originado crédito em ritmo mais acelerado que os pares. No segundo trimestre, a carteira de crédito do banco cresceu 6,2% em relação ao mesmo período do ano passado, para R$ 1,151 trilhão, puxada por pelas operações para pessoas físicas. A inadimplência acima de 90 dias subiu 0,3 ponto porcentual no mesmo período, para 3,0%.

O presidente do banco, Milton Maluhy, diz que o resultado reflete a consistência e a transformação do banco, e afirmou que o Itaú está otimista com o segundo semestre.

“Iniciamos a segunda metade do ano otimistas com as perspectivas para o futuro, decorrentes da consolidação da agenda monetária e fiscal que deverá promover uma retomada mais robusta da atividade econômica no país”

presidente do Itaú, Milton Maluhy

“O aumento sequencial e gradativo da nossa rentabilidade, a estabilização dos índices de atraso e a melhoria contínua do nosso índice de eficiência foram os destaques do nosso segundo trimestre, consolidando a entrega de resultados bastante sólidos e consistentes para o Itaú Unibanco nesta primeira metade do ano”, disse o diretor financeiro, Alexsandro Broedel.

A margem do banco com clientes, que contabiliza os ganhos gerados pelas operações de crédito, subiu 13,4% em um ano, para R$ 24,927 bilhões, número 5,3% superior ao do primeiro trimestre. Na tesouraria, ou margem com mercado, o resultado foi de R$ 1,070 bilhão, alta de 64,6% em um ano, e de 65,9% em um trimestre.

O Itaú encerrou o segundo trimestre do ano com R$ 2,585 trilhões em ativos totais, ainda de acordo com o balanço, alta de 12,7% em um ano, e de 1,5% em um trimestre. O banco é o maior da América Latina em ativos.

O patrimônio líquido da instituição era de R$ 169,199 bilhões em junho, número 12,3% maior que um ano antes, e 2,6% superior ao observado em dezembro de 2022. O retorno sobre o patrimônio líquido (ROE, na sigla em inglês) do Itaú foi de 20,9%, alta 0,1 ponto porcentual em um ano, e de 0,2 ponto em um trimestre.

Veja também

Este conteúdo é de cunho jornalístico e informativo e não deve ser considerado como oferta, recomendação ou orientação de compra ou venda de ativos.

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.