Siga nossas redes

Negócios

Light desiste do plano de recuperação judicial e aprova nova estratégia

Com dívidas de R$ 11 bilhões, companhia quer acelerar acordos com credores.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 2 minutos

A Light (LIGT3) informou ao mercado que seu conselho de administração confirmou a desistência da elaboração de um plano de recuperação judicial. Com dívidas de cerca de R$ 11 bilhões, a empresa de distribuição de energia havia apresentado à Justiça do Rio de Janeiro um plano de recuperação judicial em maio deste ano.

Torres de enetgia no Rio de Janeiro. Crédito: Bloomberg

A informação foi confirmada após a divulgação de notícias no Brazil Journal e Valor Econômico.

A Light disse que aprovou uma nova estratégia para tentar reerguer a companhia. O plano prevê acelerar o acordo com os principais credores e, assim, desistir do processo de
recuperação judicial. Uma parte dos acionistas de referência estão ancorando uma capitalização de no mínimo R$ 1 bilhão.

De acordo com a empresa, o novo plano tem várias etapas e eventos, como desatar primeiro a geradora, depois retirar o vínculo da distribuidora do processo de recuperação judicial
e, finalmente, encerrar o processo na holding.

A companhia disse que “na medida em que haja definição quanto às providências a serem tomadas a partir do referido plano, manterá seus acionistas e o mercado em geral informados a respeito.”

Veja também

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.