Siga nossas redes

Negócios

Sabesp recebe aval para contratação de bancos para oferta de ações

Conselho de Desestatização do Estado de São Paulo decidiu recomendar o andamento dos trabalhos de privatização da empresa.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 2 minutos

Sabesp (SBSP3) anunciou no final da noite de segunda-feira (18) que o Conselho de Desestatização do Estado de São Paulo decidiu recomendar o andamento dos trabalhos de privatização da maior companhia de água e esgoto do Brasil.

A recomendação se deu na forma de autorização para que a Sabesp selecione e contrate bancos coordenadores de uma futura oferta pública de ações, em um modelo semelhante à privatização da Eletrobras.

Máquina da Sabesp trabalha ao lado de bombas da hidrelétrica Jaguari durante estiagem em Bragança Paulista 12/02/2015 REUTERS/Paulo Whitaker

A ação da Sabesp encerrou o pregão desta terça-feira (19) em alta de 0,38%, a R$ 60,80.

A Genial Investimentos avaliou em relatório que “tal decisão mostra clareza quanto ao interesse de avanço da lei da desestatização em tempo hábil às eleições municipais de 2024, evento que consideramos de maior risco de curto prazo ao cenário de desestatização da empresa. O evento é positivo por ajudar na tese de privatização.”

Outra aprovação

O conselho também aprovou que a secretarias estaduais de Parcerias em Investimentos e de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística encaminhem o anteprojeto de lei de desestatização da empresa ao governador Tarcísio de Freitas (Republicanos), grande defensor da privatização da companhia.

Sabesp
Divulgação

Analistas do BTG Pactual afirmaram em nota a clientes que as recomendações do conselho “mantém o fluxo positivo de notícias” sobre a empresa para o mercado.

Eles ressaltaram, porém, que passos importantes para a continuidade do processo de privatização são necessários, incluindo a adesão dos municípios atendidos pela empresa à regionalização de serviços prevista no marco do saneamento, expectativa de mudanças na regulamentação, aprovação da privatização na assembleia de deputados de São Paulo e pela prefeitura da capital paulista.

Desestatização

O processo de desestatização da empresa deu um grande avanço quando a cidade de São Paulo aderiu em meados de agosto à regionalização de serviços de água e esgoto no âmbito do marco do saneamento.

Na ocasião, analistas do JPMorgan mantiveram valor justo de R$ 100 por ação para a Sabesp privatizada, embora vissem riscos de concretização da desestatização da companhia.

(*Com informações da Reuters.)

Veja também

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.