Siga nossas redes

Negócios

Suzano compra operações de papel tissue no Brasil da Kimberly-Clark

Valor da transação não foi revelado, mas a empresa afirmou que o negócio não tem impacto sobre sua alavancagem financeira.

Publicado

em

por

Tempo médio de leitura: 2 minutos

Rolos fabricados pela indústria de papel e celulose 30/10/2018 REUTERS/Benoit Tessier

A Suzano (SUZB3) anunciou nesta segunda-feira (24) acordo para compra de operações de papel tissue da norte-americana Kimberly-Clark no Brasil, negócio que envolve uma fábrica com capacidade de 130 mil toneladas anuais no interior de São Paulo.

O valor da transação não foi revelado, mas a Suzano afirmou que o negócio não tem impacto sobre sua alavancagem financeira e que não inclui a linha de fraldas infantis e adultas e absorventes femininos da norte-americana no país.

A compra, que inclui a marca Neve, complementa os negócios da Suzano com bens de consumo, nos quais ingressou em 2017, ano em que comprou a Facepa. Atualmente, os negócios da maior produtora de celulose de eucalipto do mundo no segmento estão mais concentrados nas regiões Norte e Nordeste do país, enquanto a Kimberly-Clark opera principalmente no Sudeste.

A Suzano atua em bens de consumo sobretudo nos mercados de papel higiênico, toalhas de papel e guardanapo. Já a linha de produtos da Kimberly-Clark conta com papéis higiênicos, guardanapos, lenços umedecidos, lenços de papel e “wipes” secos.

Além da marca Neve, a Kimberly-Clark tem no Brasil as fraldas Huggies e a marca de absorventes femininos Intimus. A companhia opera no Brasil desde 1996.

A Suzano afirmou que “como parte do negócio, as demais marcas globais utilizadas atualmente pela KC Brasil serão licenciadas para a companhia por prazo determinado”.

Veja também

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.