Siga nossas redes

Negócios

Ultrapar tem lucro ajustado de R$ 290 milhões no 2º trimestre

Incluindo efeito de uma baixa contábil na rede Extrafarma, resultado ficou negativo em R$ 18 milhões.

Publicado

em

por

Reuters
Posto de combustíveis da rede Ipiranga, que pertence à Ultrapar, no Rio de Janeiro (RJ) 05/03/2021 REUTERS/Ricardo Moraes

A Ultrapar (UGPA3) divulgou nesta quarta-feira (11) lucro líquido ajustado de R$ 290 milhões, mas incluindo efeito de uma baixa contábil realizada na rede de farmácias Extrafarma, o resultado ficou negativo em R$ 18 milhões.

A companhia afirmou no balanço que baixa contábil na Extrafarma registrada no segundo trimestre foi de R$ 395 milhões, sem efeito caixa. O grupo acertou a venda da rede de farmácias para a Pague Menos (PGMN3) em maio, por R$ 700 milhões.

Analistas, em média, esperavam que a Ultrapar apurasse lucro ajustado de R$ 329,6 milhões, segundo dados da Refinitiv.

O resultado operacional recorrente medido pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) foi de R$ 898 milhões no trimestre, ante expectativa média do mercado de R$ 970 milhões.

O valor recorrente, que não inclui o impairment da Extrafarma, representa um crescimento de 50% sobre o segundo trimestre do ano passado. Incluindo o efeito, o Ebitda cai para R$ 503 milhões, recuo de 18% ano a ano.

A Ultrapar, dona da rede de postos de combustíveis Ipiranga, teve faturamento líquido de R$ 28,5 bilhões no segundo trimestre, avanço anual de 80% e de 19% sobre os três primeiros meses deste ano.

Segundo a companhia, todos os negócios apresentaram maior faturamento entre abril e o fim de junho, com destaque para a Ipiranga que, incentivada por menos restrições à circulação, viu o volume total vendido subir 21% na base anual.

Veja também

  • Equatorial Energia tem lucro líquido ajustado de R$ 447 mi no 2º trimestre
  • JBS tem lucro de R$ 4,4 bi no 2º tri, melhor trimestre da história da companhia
  • Qualicorp: por que a ação desabou após balanço?
  • Via tem lucro de R$ 132 mi no 2º trimestre, alta de 103% sobre 2020
  • Ações de tecnologia: o que o 2º tri revelou de Google, Apple e Microsoft?
  • Investimentos em 2021: BDRs e small caps rendem mais que Ibovespa até julho

Este conteúdo é de cunho jornalístico e informativo e não deve ser considerado como oferta, recomendação ou orientação de compra ou venda de ativos.

Seja sócio das maiores empresas do Brasil com corretagem ZERO! Invista em Ações

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!