Siga nossas redes

Análise

Morning Call: mercados adotam cautela com abertura da temporada de balanços

Os principais fatos que podem impactar os mercados hoje e uma breve análise do índice Bovespa.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 3 minutos

Destaques:

  • Nesta segunda-feira, feriado no Brasil, as principais bolsas globais fecharam em alta na expectativa com a temporada de balanços do terceiro trimestre, que começa hoje com os grandes bancos americanos; as empresas de tecnologia dispararam ontem, na véspera do lançamento do novo iPhone da Apple para 5G e do Prime Day da Amazon e, ainda, com a expectativa de acordo para o novo pacote fiscal; 
  • Há esperança de progresso nas negociações do pacote de auxílio nos EUA, ainda que a última oferta da Casa Branca (US$ 1,8 trilhão) enfrente resistência dos democratas; além disso, investidores ainda avaliam a chance de que uma possível vitória de Biden abra caminho para um plano de estímulos amplo nos primeiros meses de 2021;
  • Os ADRs brasileiros também subiram, precificando abertura positiva para o Ibovespa hoje; o EWZ, principal fundo de índice (ETF) doméstico negociado em NY, registrou valorização de 1,24%.
  • Hoje, no pré-mercado de NY, os índices operam sem direção única, após as altas de ontem e antes da abertura da temporada de balanços do 3TRI (JP Morgan e J&J); há instantes, Dow Jones futuro recuava 0,45%, S&P 500 (-0,11%), e Nasdaq subia (+1,10%) antes do lançamento do iPhone 12 com 5G da Apple; Bolsa de Frankfurt cai 0,27%, Londres (-0,32%), Paris (-0,23%). 

Cenário global e bolsa brasileira na semana passada:

  • No final da semana passada, a notícia de que a Casa Branca elevou a oferta para o pacote de estímulos fiscais para US$ 1,8 trilhão pegou muito bem em Wall Street; os investidores sabem que as negociação ainda serão duras entre a presidente da Câmara americana, Nancy Pelosi, e o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, mas há uma expectativa de que Donald Trump queira mostrar serviço para reduzir sua diferença nas pesquisas de intenção de voto em relação ao opositor Joe Biden;
  • No Brasil, apesar das boas notícias no cenário político, como a sintonia entre o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, o Ibovespa realizou lucros na sexta-feira,  com cautela pelo feriado de segunda-feira (12), mas não nos Estados Unidos, onde muitas coisas poderiam acontecer em 24h;
  • O Ibovespa fechou em queda de 0,45%, aos 97.483,31 pontos; mas na semana, acumulou alta de 3,69%, após cinco consecutivas de baixa.

Análise Gráfica – IBOV:

  • No gráfico diário do Índice Bovespa, na semana passada o IBOV tentou um repique de alta, dentro de uma tendência de baixa, ao se aproximar da máxima do dia 28 de setembro, aos 98.300 pontos, e no caminho encontrou com a resistência das duas médias móveis (21 e 200 períodos), fechando acima delas por dois pregões consecutivos; 
  • O movimento é importante, porém ainda é um primeiro sinal que precisará se provar nos próximos dias;  
  • Suporte: 93.400 (mínima de 29 de setembro)
  • Resistência: 98.000 (média móvel de 21 períodos)
Indicadores
Brasil:
Balança Comercial Semanal 
Boletim Focus (Banco Central)
EUA:
Inflação (IPC)
Estoques de petróleo e derivados
Europa:
Zona do Euro: Índice de sentimento econômico (ZEW)
Alemanha: Índice de sentimento econômico (ZEW) / Inflação (IPC)
Reino Unido: Taxa de Desemprego
Ásia:
China: Balança Comercial 

* Esse é um conteúdo de análise de um especialista de investimentos da Easynvest, sem cunho jornalístico. 

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.