Siga nossas redes

Cafeína

Conheça os 5 ETFs que replicam o Ibovespa na B3 e saiba como investir

Muitos investidores se perguntam como escolher o melhor ETF quando estes buscam replicar um mesmo índice. Dony e Samy ensinam na prática como escolher.

Publicado

em

Uma boa forma de começar a colocar o pé na bolsa de valores é investir por meio dos ETFs – ou Exchange Traded Fund. As aplicações são variadas, mas a partir de pouco mais de 110 reais já é possível investir por meio de um ETF.

Isso porque em vez de comprar ações da Vale, Itaú, Via Varejo, Magazine Luiza, Bradesco uma a uma, através do ETF é possível comprar frações de todas elas juntas em um mesmo fundo. A economia assim como a diversificação é muito maior para o investidor que faz esta opção, além de balancear as oscilações. As ações que caem muito em um determinado dia acabam sendo compensadas pelos papéis que estiverem em alta.

A bolsa brasileira tem hoje 31 ETFs listados. Quando comparado ao mercado acionário americano, os investidores brasileiros saem perdendo de longe, já que são mais de 2 mil ETFs negociados nos Estados Unidos.

Um ETF está geralmente ligado a um índice ou setor. Aqui no Brasil, 5 buscam replicar o Ibovespa. São eles: BOVA11, BBOV11, BOVV11, BOVB11 e XBOV11.

A questão que fica para o investidor é como escolher qual o melhor destes cinco, já que todos estão focados em seguir as mesmas ações listadas no Ibovespa. Para isso, alguns critérios precisam ser levados em consideração. Entre eles, a rentabilidade.

Nos últimos cinco anos, o ETF que que mais rendeu entre os que seguem o Ibovespa foi o BOVA11 (128%). Neste mesmo período, o CDI (Certificado de Depósitos Interbancários) – um referencial de aplicações conservadoras – entregou 42%.

No Cafeína de hoje, Dony e Samy mostram na prática como avaliar um ETF.

Veja também:

Compre Ações em apenas 3 cliques e aproveite taxa ZERO de corretagem! Invista já

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!