Siga nossas redes

Cafeína

Gol, Azul e Latam vão quebrar? Samy e Dony analisam o futuro das aéreas

E mais: quais ações estão sendo tomadas nos outros países para evitar que Lufthansa, Alitália e Air France-KLM fechem para sempre

Publicado

em

Do ponto de vista de negócios, as principais vítimas corporativas da pandemia no mundo foram as companhias aéreas. Com uma queda superior a 90% no número de passageiros transportados, as empresas derreteram na Bolsa. Até o megainvestidor Warren Buffett anunciou ter vendido todas as ações de aéreas que possuía. No Brasil, os papéis da Gol (GOLL4) e da Azul (AZUL4) colapsaram. Avianca e Latam entraram com pedido de falência nos Estados Unidos.

No Cafeína de hoje Dony De Nuccio e Samy Dana analisam em profundidade a situação das companhias aéreas. Qual é o diagnóstico? Qual é o risco de calote? O que esperar daqui para frente?

Em agosto, a expectativa é de que os voos somem apenas 20% do fluxo pré pandemia.  Com isso, quão turbulento será o futuro? As empresas vão quebrar? O governo está preparando para tentar salvá-las?

E mais: Alemanha, Estados Unidos, Itália, Holanda, França: quais são as soluções que estão sendo adotadas nos outros países para impedir que as aéreas como Lufthansa, Alitália e Air France-KLM deixem de existir?

Nos pitacos do Samy, a lambança dos anúncios dos governos do estado e do município de São Paulo, batendo cabeça sobre a reabertura do comércio e a retomada da economia. E a recuperação no Brasil será em forma de V, W, L, U? A resposta, no programa Cafeína, do canal InvestNews.

Faça seu dinheiro trabalhar por você! Invista pela Easynvest

Anúncio Patrocinado Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente. Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente.

O InvestNews é um canal de conteúdo multiplataforma que oferece a cobertura diária de notícias e análises sobre economia, investimentos, finanças, mercado financeiro, educação financeira, projeções, política monetária e econômica. Tudo o que mexe com o seu dinheiro você encontra aqui, com uma linguagem simples e descomplicada sobre o mundo da economia e dos investimentos.