Siga nossas redes

Carteira de Ações Recomendada Mensal

A Carteira de ações Easy Top 10 reflete as dez principais recomendações dos analistas da Easynvest em um determinado mês que possuem a expectativa de bom desempenho no longo prazo. Trata-se de uma Carteira cujo histórico foi iniciado em junho de 2020, sendo divulgada no início de cada mês por canais especializados de grande circulação no País.

Carteira TOP 10

Cotação em tempo real
(Delay 15 min)

Performance desde o início (Junho 2020)
 

  • (ITUB4) +10.98%
  • (B3SA3) +15.78%
  • (LREN3) +5.35%
  • (VIVT4) +9.19%
  • (EQTL3) +27.82%
  • (TAEE11) -2.52%
  • (SLCE3) -6.95%
  • (GGBR4) +38.04%
  • (HAPV3) +5.3%
  • (SHUL4) -2.66%

Performance acumulada até (Julho 2020)

  • Ibovespa (IBOV) 102.865,93pts
  • Total da Carteira  
  • Ibovespa no mês +19.23%
  • Total da Carteira no mês +22.43%

Carteira TOP 5

Cotação em tempo real
(Delay 15 min)

PERFORMANCE DESDE O INÍCIO (JUNHO 2020)
 

  • (ITUB4) +10.98%
  • (B3SA3) +15.78%
  • (LREN3) +5.35%
  • (VIVT4) +9.19%
  • (EQTL3) +27.82%

Performance acumulada até (Julho 2020)

  • Ibovespa (IBOV) 102.865,93pts
  • Total da Carteira  
  • Ibovespa no mês +19.23%
  • Total da Carteira no mês +24.26%

Objetivo

O objetivo desta carteira é superar o índice Ibovespa a longo prazo. Para isso, a equipe de análise faz uma criteriosa análise técnica que busca maximizar o ganho de capital.

Perfil do investidor

Conservador Moderado Experiente

Diferencial

Simplificação: posicionamento a um grupo selecionado de companhias com tendências de valorização e no momento correto de compra, sem a necessidade de replicar todas as ações do Ibovespa.

Acompanhamento: o dinamismo dos mercados faz com que as ações ganhem ou percam atratividade ao longo do tempo. Monitoramos as tendências de cada empresa sugerida para garantir o melhor momento de compra e venda das ações e buscar uma performance da carteira acima do mercado.

Continuidade: mensalmente o investidor terá acesso a um novo relatório sobre a carteira com os detalhes sobre as ações que a compõem, nossas estimativas para os próximos meses e possíveis trocas dos ativos.

Anúncio Patrocinado Está em dúvidas de onde investir? Nossos especialistas recomendam os melhores investimentos da Bolsa para você aproveitar!

Atualização

  • Realizamos duas trocas na carteira: retiramos WEGE3 (+62,68%) e NTCO3 (+30,90%) e incluímos SHUL4 e TAEE11;
  • Para a melhor diversificação e equilíbrio (risco x retorno), sugerimos alocações iguais em todas as ações da carteira;
  • Porém, se não puder diversificar, priorize a Carteira Top 5, que é uma derivada da Top 10;
  • Para priorizar a compra dos ativos, utilize como parâmetro a coluna “Potencial”;

Composição da carteira

Empresa​ Código​ Setor​ Potencial​ Preço de compra​ Retorno (30/07)​ Preço alvo
Itaú Unibanco ​ ITUB4​ Financeiro​ 22%​ R$ 23,03​ 20,76% R$ 34,00

B3 – Brasil Bolsa Balcão

B3SA3

Financeiro

5%​ R$ 54,97 17,79% R$ 68,00
Lojas Renner​ LREN3​ Varejo​ 17%​ R$ 38,55 7,56% R$ 48,59

Telefônica Brasil

VIVT4 Telecomunicação​ 25%​ R$ 46,68 11,47% R$ 64,00

Equatorial Energia

EQTL3 Energia Elétrica​ 6%​ R$ 20,05 26,93% R$ 27,00
Taesa ​ TAEE11​ Energia Elétrica​ 13%​

preço de 31/07

 Posição nova R$ 33,15

SLC Agrícola​

SLCE3

Agropecuária

21%​ R$ 24,91​ -4,18% R$ 29,00

Gerdau

GGBR4

Siderurgia

7%​ R$ 13,43​ 32,09% R$ 19,00

Hapvida

HAPV3

Saúde

10%​ R$ 62,17 6,48% R$ 72,70

Schulz

SHUL4

Bens Industriais

28%​ preço de 31/07  Posição nova R$ 15,40

Itaú Unibanco

Com sede na cidade de São Paulo e 95 anos de história, o Itaú é o maior banco privado do país e está entre os 100 maiores do mundo, atuando em todas as modalidades de atividades bancárias, através das carteiras: comercial, investimento, crédito, crédito imobiliário, financiamento, arrendamento mercantil e operações de câmbio. Sua posição de liderança no Brasil é incontestável, com R$ 264 bilhões em valor de mercado, 95 mil colaboradores no Brasil e no exterior, 4.504 agências, marca reconhecida de multinacional brasileira e importante provedor de crédito para expansão das atividades econômicas no país.

Análise Técnica (ITUB4): conforme o gráfico diário abaixo, ITUB4 rompeu a parte superior do canal que se consolidava desde março, saindo de uma longa congestão e entrando em tendência de alta. No decorrer de junho e julho, ITUB4 cedeu algumas vezes ao chegar no nível de R$ 28,00 e neste momento vai se consolidando dentro de uma figura de triângulo ascendente, que pode ser interpretada como uma pausa dentro de um movimento principal de alta. Ao romper a parte superior desta figura, ITUB4 terá espaço livre para subir rumo ao preço alvo de R$ 34,00.

Gráfico - Itaú Unibanco

B3 – Brasil Bolsa Balcão

Com constante investimento em tecnologia, a B3 é uma das principais companhias de infraestrutura de mercado financeiro do mundo, oferecendo serviços de negociação na Bolsa e pós negociação (clearing), assim como registro de balcão e infraestrutura de financiamento. A B3 foi constituída em março de 2017, a partir da junção da BM&F Bovespa (Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo) com a Central de Custódia e Liquidação Financeiras de Títulos Privados – CETIP. A companhia é a única bolsa de valores, mercadorias e futuros que opera no Brasil e é a maior depositária de títulos de renda fixa na América Latina.

Análise Técnica (B3SA3): segue em forte tendência de alta, após romper seu topo histórico (R$ 51,71) e subir muito, inclusive. Nesta posição, adotamos uma estratégia diferente para nos posicionarmos em um ativo que está voando e que acreditamos, no médio prazo, na continuidade deste movimento, apesar de no curto prazo ser natural uma correção. No decorrer de julho, B3SA3 continuou em forte movimento de alta que contribuiu para entregar um resultado em torno de 17% no período. Portanto, até o momento foi uma decisão assertiva e incluímos o ativo entre as ações top 5 da carteira.

Gráfico - B3

Lojas Renner

Constituída em 1965, a companhia é a maior varejista de moda do Brasil, foi a primeira corporação brasileira com 100% das ações negociadas em bolsa e está listada no Novo Mercado, grau mais elevado dentre os níveis diferenciados de governança corporativa da B3. Com mais de 500 lojas em operação, está presente em todas as regiões do país por meio de suas lojas da Renner, que oferece moda em diferentes estilos; da Camicado, empresa no segmento de casa e decoração; e da Youcom, especializada em moda jovem. A companhia opera ainda com a Realize CFI, que apoia o negócio de varejo, através da oferta e gestão de produtos financeiros: empréstimos pessoais, financiamento de compras e seguros.

Análise Técnica (LREN3): em apenas 6 dias, LREN3 atingiu o objetivo de R$ 48,00 obtendo uma valorização de 24,51%. No decorrer do mês de junho e julho, o ativo foi devolvendo parte dos ganhos e neste momento oscila sobre as médias móveis, em um movimento lateral que não avança. Já era esperado movimentos mais fortes ou momentos de cautela relacionado as empresas do setor de varejo, que tendem a se valorizar a medida que as atividades comerciais vão sendo retomadas. Porém, visamos a geração de valor em LREN3 no médio e longo prazo, o que ainda faz dela uma oportunidade.

Gráfico - Lojas Renner

Telefônica Brasil (Vivo)

Com sede em São Paulo, a companhia tem origem da antiga Telesp que foi adquirida pela espanhola Telefônica e que hoje utiliza como marca principal “Vivo”, que pertencia à Portugal Telecom. A partir daí, se tornou líder no mercado brasileiro e atua principalmente na prestação de serviços de telefonia fixa, móvel, banda larga e TV por assinatura, atendendo em torno de 95 milhões de clientes.

Análise Técnica (VIVT4): após o nosso preço de entrada (R$ 46,68) no dia 29 de maio, VIVT4 foi se recuperando gradualmente e revertendo a tendência de baixa dos meses anteriores, para alta. Após alcançar uma máxima de R$ 51,29 (último topo), VIVT4 corrigiu até a média móvel curta de 21 períodos (linha laranja), demonstrando dificuldades de progredir acima deste nível. Porém, o movimento mudou após fato relevante divulgado no mercado relacionado a uma consolidação envolvendo as maiores empresas do setor numa proposta conjunta para aquisição do segmento móvel da Oi. Desde então, a VIVT4 acelerou com um forte movimento de alta, conseguindo deixar para trás a resistência em torno de R$ 50,00.

Gráfico - Telefônica

Equatorial Energia

Com sede no Estado do Maranhão, é uma holding com atuação no setor elétrico. A estratégia principal da companhia consiste em expandir sua atuação nos segmentos de distribuição, transmissão e geração de energia no Brasil, por meio da aquisição do controle, independente ou compartilhado, de empresas do setor elétrico. O grupo mira aquisições com extrema disciplina financeira, calcado na busca por um nível de retorno que seja condizente com os riscos assumidos no negócio em questão.

Análise Técnica (EQTL3): o nosso gatilho de compra foi acionado com alguns sinais importantes em EQTL3. No dia 25 e 26 de maio o ativo abriu com um “Gap de Corte”, onde inicia-se uma nova tendência, geralmente acompanhada de volumes acima da média que quebram o padrão anterior definitivamente. Desta forma, o padrão gráfico foi alterado para tendência de alta levando o preço a novos patamares. As outras confirmações vieram do cruzamento de médias móveis e do rompimento do topo anterior aos R$ 19,95. EQTL3 segue em forte tendência de alta rumo ao preço alvo de R$ 27,00.

Gráfico - Equatorial Energia

Transmissora Aliança de Energia Elétrica S.A. (TAESA)

A Taesa é um dos maiores grupos privados de transmissão de energia elétrica do Brasil em termos de Receita Anual Permitida (RAP). A empresa é exclusivamente dedicada à construção, operação e manutenção de ativos de transmissão, com 11.062 km de linhas em operação e 2.514 km de linhas em construção, totalizando 13.576 km de extensão e 97 subestações. Além disso, possui presença em todas as 5 Regiões do país (18 Estados e o Distrito Federal). Atualmente a TAESA detém 39 concessões de transmissão, com prazo médio das concessões de 16,5 anos. Diferencial: distribuição de dividendos sólida e consistente, payout histórico de 90% e receitas altamente previsíveis (fixas e reajustadas anualmente pela inflação).

Análise Técnica (TAEE11): após o forte movimento de recuperação do Ibovespa, que valorizou mais de 60% desde o fundo do poço em março, TAEE11 também seguiu este movimento, porém com valorização abaixo de 15% no mesmo período. Movimentos menos voláteis são características deste setor, porém ainda observamos espaço no gráfico para uma recuperação mais acentuada. Neste momento, a tendência principal está indefinida (movimento lateral), após a recuperação recente. Acreditamos ser um bom ponto de entrada para este ativo de alta qualidade e que começa a se afastar das médias móveis dando sinais de uma possível retomada da tendência de alta.

Gráfico - Taesa

SLC Agrícola

A SLC Agrícola, foi fundada em 1977, é uma das maiores produtoras mundiais de grãos e fibras, focada na produção de algodão, soja e milho. Foi uma das primeiras empresas do setor a ter ações negociadas em Bolsa de Valores no mundo, tornando-se uma referência no seu segmento. São 16 Unidades de Produção estrategicamente localizadas em 6 estados brasileiros (Goiás, Mato Grosso, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Bahia e Piauí) que totalizaram 404.479 hectares no ano-safra 2017/18. A Empresa optou por um modelo de negócio híbrido, que pode ser subdividido em três abordagens básicas: 1) Operação agrícola em terras desenvolvidas próprias; 2) Operação agrícola em terras arrendadas (e Joint Ventures); 3) Aquisição de terras brutas para transformação e venda.

Análise Técnica (SLCE3): único ativo da carteira que não obteve um resultado positivo desde junho e que no curto prazo está numa tendência lateral, em congestão sobre as médias móveis curtas (9 e 21 períodos). Porém, ao cair até o fundo de R$ 21,80, SLCE3 entrou em um processo de repique de alta buscando uma recuperação, porém com grandes dificuldades de se consolidar acima do nosso preço de entrada (R$ 24,91). Acreditamos na qualidade e potencial do ativo e do setor de atuação, mantemos na carteira, porém ao voltar e romper para baixo do fundo de R$ 21,80, vamos reavaliar a posição.

Gráfico - SLC Agrícola

Gerdau

Com mais de 110 anos, a empresa começou suas atividades em 1.901, na forma de uma pequena fábrica na cidade de Porto Alegre. Atualmente com sede no Estado do Rio de Janeiro, tem como atividade principal a produção e comercialização de aços longos, aços planos, placas, blocos, peças forjadas e fundidas em aço, com exposição ao mercado interno e grande participação no mercado externo. Está presente em 12 países das Américas, Europa e Ásia. Atualmente, a Gerdau é a principal produtora de aços longos nas Américas e um dos maiores fornecedores mundiais de aços especiais, com capacidade instalada de mais de 25 milhões de toneladas de aço.

Análise Técnica (GGBR4): ultrapassou a resistência (topo anterior) em R$ 13,30 no dia 27 de maio, demonstrando força e colocando o ativo em tendência de alta. Com muita volatilidade, GGBR4 atingiu o objetivo inicial de R$ 16,00 em apenas cinco dias e depois chegou a ser negociada abaixo do nosso preço de entrada (R$ 13,43). Neste momento, voltou a se consolidar acima do nível de R$ 16,00 retomando a tendência de alta e livre para seguir em direção ao novo preço alvo de R$ 19,00.

Gráfico - Gerdau

Hapvida

A Hapvida Participações e Investimentos S.A. é uma holding com sede na cidade de Fortaleza. A Companhia obteve o registro de empresa de capital aberto em 2018 e iniciou as negociações de suas ações no segmento especial Novo Mercado da [B]3. Fundada em 1979, inicialmente como uma clínica, atualmente é líder do setor com um valor de mercado em R$ 50 bilhões. A companhia tem como atividades preponderantes: venda de planos de saúde com cobertura de custos de assistência médica, sendo a maior parte dos atendimentos realizados nas redes clínica, ambulatorial e hospitalar própria; e venda de planos odontológicos com o serviço prestado através de rede credenciada. Atualmente a sua estrutura é formada por 39 hospitais, 194 clínicas, 42 prontos atendimentos, 177 centros de diagnóstico e está presente em 14 estados.

Análise Técnica (HAPV3): após o cruzamento das médias móveis de 9 e 21 períodos, e rompimento do topo aos R$ 56,00 no dia 3 de junho, HAPV3 retomou o processo de recuperação de valor, após o tombo nos meses de março e abril. Neste momento, o ativo passa por uma pausa do movimento ascendente se aproximando novamente das médias e fazendo um movimento lateral, porém está tentando destravar neste nível de preço e poderá buscar o nosso preço alvo aos R$ 72,70 em breve.

Gráfico - Hapvida

Schulz

A Schulz é a maior fabricante de compressores de ar da América Latina. Empresa genuinamente brasileira, com matriz em Joinville (SC). Reconhecida como uma das mais completas fábricas de compressores de ar do mundo, oferece ao mercado uma linha completa na geração, tratamento e armazenamento de ar comprimido. A empresa possui 3 mil funcionários, um parque industrial de 544,3 mil m2 e atende mais de 70 países. A Schulz se divide em duas unidades de negócios: Schulz Automotiva e Schulz Compressores Ltda.

Análise Técnica (SHUL4): iniciou uma forte recuperação em abril e no final de maio reverteu definitivamente para alta a tendência de baixa que sofreu durante a crise iniciada em 26 de fevereiro. Neste momento SHUL4 passa por um período de congestão em torno de R$ 12,00, dando uma pausa natural no movimento de alta dos últimos três meses, porém ao conseguir se consolidar a cima deste nível, tem grande possibilidade de ir buscar o topo do pré crise e o preço alvo de R$ 15,40.

Gráfico - Schulz

Sobre o Analista

Hugo Simas Carone

José Falcão C. Castro

Analista de renda variável da Easynvest, com 14 anos de experiência no mercado financeiro e de capital, atuando com análise, consultoria de investimentos e em mesa de operações Bovespa e BM&F.

Formado em Administração de Empresas com pós-graduação em Gestão Financeira, possui as certificações CFP® e CNPI-T.

A Easynvest - Título Corretora de Valores SA, inscrita sob o CNPJ 62.169.875/0001-79, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil. Copyright © 2018 - Todos os Direitos Reservados. Toda transmissão de ordem por meio digital está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. Toda pessoa que acessar este site deve estar ciente de que a eventual utilização dos materiais e informações aqui contidas será de sua total responsabilidade e risco. A Easynvest – Título Corretora de Valores SA (“Easynvest”) e qualquer outra empresa do grupo da Easynvest se eximem de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Easynvest reserva-se o direito de, discricionariamente e sem qualquer obrigação ou notificação, efetuar melhorias ou corrigir qualquer erro ou omissão em qualquer parte deste site, bem como manter informações desatualizadas. As informações aqui apresentadas não pretendem conter todos os fatos relevantes que um investidor deve considerar e, dessa forma, representam apenas uma visão limitada do mercado. As informações fornecidas são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. A Easynvest não se responsabiliza por danos oriundos de erros, omissões ou alterações nos fatores de mercado nem pelo uso das informações aqui contidas. Antes de investir, analise atentamente os benefícios e riscos de cada aplicação. A responsabilidade pela decisão de investimento é do Investidor e não da Easynvest. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. Todas as informações, índices de retorno (históricos e/ou atuais) e previsões estão sujeitas a mudanças sem qualquer tipo de notificação prévia. As informações contidas nesse site destinam-se apenas ao conhecimento da pessoa que o acessa e não são, e não devem ser consideradas como, oferta, solicitação ou tentativa de convencê-lo a comprar ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários ou outros instrumentos do mercado financeiro, ou qualquer tipo de recomendação ou orientação de compra ou venda de ativos. Resultados passados não representam garantia de resultados futuros, os quais não são garantidos pela Easynvest, por qualquer administrador, gestor, qualquer mecanismo de seguro ou pelo Fundo Garantidor de Créditos – FGC, para mais informações, acesse o site do FGC: www.fgc.org.br. As comparações a certos índices de mercado são incluídas para referência apenas e não representam garantia de retorno pelos respectivos gestores ou pela Easynvest. O efetivo investimento está condicionado à: (i) adequação do Produto ao perfil do Investidor; (ii) à atualização cadastral; e (iii) ciência dos riscos do investimento em tal produto. Esta Instituição é aderente ao Código ANBIMA de Regulação e Melhores Práticas para Distribuição de Produtos de Investimento. Importante: Conheça as características e riscos dos mercados antes de iniciar seus investimentos. Recomendamos que faça os cursos de mercados de ações à vista e de opções. . Confira demais informações no site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) clicando aqui. É vedada a cópia, distribuição ou reprodução total ou parcial deste material sem a prévia e expressa concordância da Easynvest. Central do Investidor Tel.: (11) 3841-4515 – [email protected] - Ouvidoria Easynvest 0800 727 7784

DISCLAIMER INSTRUÇÃO CVM Nº 598/18

As análises e recomendações refletem única e exclusivamente as opiniões pessoais dos analistas responsáveis da Easynvest e são elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Easynvest. As manifestações devem ser compreendidas como OPINIÕES que refletem o momento da análise e tomam como base informações coletadas que julgamos confiáveis.

O InvestNews é um canal de conteúdo multiplataforma que oferece a cobertura diária de notícias e análises sobre economia, investimentos, finanças, mercado financeiro, educação financeira, projeções, política monetária e econômica. Tudo o que mexe com o seu dinheiro você encontra aqui, com uma linguagem simples e descomplicada sobre o mundo da economia e dos investimentos.