Siga nossas redes

Carteira de Ações Recomendadas Mensal

A carteira de ações Easy Top 10 reflete as dez principais recomendações dos analistas da Easynvest, cujo histórico foi iniciado em junho de 2020 e divulgada no início de cada mês.

Carteira Top 10

Delay de 15 minutos

TOP 5 AÇÕES

Código Potencial Preço Preço Alvo Retorno Data de Entrada
ITUB4 +21.6% R$ 27,94 R$34,00
+24.12%
29/05/2020
B3SA3 +26.4% R$ 55,35 R$70,00
+5%
30/06/2020
BRFS3 +39.7% R$ 23,62 R$33,00
+8.84%
01/03/2021
VALE3 +1.01% R$ 108,89 R$110,00
+92.45%
30/09/2020
ENEV3 +8.04% R$ 16,66 R$18,50
+38.48%
30/09/2020
TAEE11 -0.34% R$ 40,14 R$40,00
+38.6%
31/07/2020
QUAL3 +29.7% R$ 29,28 R$38,00
-5.58%
31/08/2020
SLCE3 +2.41% R$ 48,82 R$50,00
+100.82%
29/05/2020
MULT3 +26.7% R$ 23,67 R$30,00
+6.09%
30/11/2020
MGLU3 +36.9% R$ 21,9 R$30,00
-1.71%
30/09/2020

Desempenho da carteira

+48.65%

Desempenho do Ibovespa no mesmo período

+33.44%

Objetivo

O objetivo desta carteira é superar o índice Ibovespa em longo prazo. Para isso, a equipe de análise faz criteriosas análises técnica e fundamentalista que buscam maximizar o ganho de capital.

Perfil do investidor

Conservador Moderado Experiente

Diferencial

Simplificação: posicionamento a um grupo selecionado de companhias com tendências de valorização, sem a necessidade de replicar todas as ações do Ibovespa.

Acompanhamento: a dinâmica dos mercados faz com que as ações ganhem ou percam atratividade ao longo do tempo. Monitoramos cada empresa sugerida para garantir o melhor momento de compra e venda das ações e buscar uma performance da carteira acima da média do mercado (índice Bovespa).

Continuidade: mensalmente, o investidor terá acesso a um novo relatório sobre a carteira com os detalhes sobre as ações que a compõem, nossas estimativas para os próximos meses e possíveis trocas dos ativos.

Atualização

✓ Para o mês de abril não realizamos trocas nas carteiras Top 10 e Top 5.
Os setores de maior peso na carteira são: financeiro, energia e commodities.

Itaú Unibanco (ITUB4)

Ler análise completa

A qualidade da gestão, alinhamento aos interesses dos acionistas e a posição de liderança do Itaú são incontestáveis, marca reconhecida de multinacional brasileira e importante provedor de crédito para expansão das atividades econômicas no país. Há uma estimativa, que é consenso no mercado e nós concordamos, de que os quatro maiores bancos brasileiros poderão ter uma alta combinada de 25% no lucro líquido em 2021, considerando uma queda nas provisões para devedores duvidosos (PDD) no período. Esta tendência já foi observada nos últimos trimestres de 2020 com resultados impulsionados pela redução das provisões e que deve continuar nos próximos trimestres. O Itaú, banco que foi o mais conservador e fez mais provisões em 2020, deve apresentar uma boa recuperação neste ano.

B3 – Brasil Bolsa Balcão (B3SA3)

Ler análise completa

A B3 é uma empresa que está se beneficiando de um momento muito positivo na Renda Variável. Em 2020, um ano muito desafiador e traumático, o mercado de capital no Brasil passou por um momento inédito que combinou volatilidade gerada pelas incertezas que acompanham a crise atual a um cenário de taxas de juros em patamares historicamente baixos. Tal dinâmica teve como efeito uma busca por parte dos investidores, principalmente os locais, por diversificação de seus portfólios além dos tradicionais títulos públicos, evidenciada pelo crescimento do número de CPFs cadastrados e volumes negociados nos principais mercados de atuação da bolsa brasileira. Este cenário resultou em recorde no lucro líquido, crescendo 53% no ano, para R$4,2 bilhões. Este momento positivo tende a continuar em 2021 onde a B3 reina sozinha.

BRF – Brasil Foods (BRFS3)

Ler análise completa

Com mais de 85 anos de história e um quadro de funcionários maior que muitas cidades do Brasil (e do mundo!), a BRF conta com mais de 90 mil colaboradores, espalhados por mais de 130 países, atendendo milhares de clientes em todo o mundo. A companhia foi formada em 2012, a partir da fusão entre a Sadia e a Perdigão, em um processo que iniciou em 2009. A BRF é uma das maiores companhias de alimentos do mundo, atuando com exportação global e possui uma grande participação no mercado interno. No seu portfólio, a empresa possui em torno de 30 marcas com mais de 5 mil itens, em 40 plantas industriais e 47 centros de distribuição, sendo 27 deles no exterior. R$20 bilhões em valor de mercado, não condiz com a sua qualidade.

Vale (VALE3)

Ler análise completa

A Vale é a maior produtora mundial de minério de ferro e níquel, com um valor de mercado em torno de R$500 bilhões, é a marca e empresa mais valiosa da América Latina. Em 2020 a receita líquida da Vale voltou a crescer forte e o lucro líquido de R$25 bilhões tirou a companhia de um período complicado relacionado aos rompimentos de barragens e a coloca novamente em uma posição favorável, onde se acertou com a justiça pagando indenizações bilionárias e agora tende a focar no management para se beneficiar da demanda global e alta no preço da commodity, gerando mais valor para os acionistas.

Eneva (ENEV3)

Ler análise completa

A principal fonte de energia elétrica no Brasil são as usinas hidrelétricas, é uma fonte mais barata e renovável, porém não é inesgotável e em épocas secas pode levar ao racionamento. Em mais de uma década o setor vem passando por crises e desafios no país, pois o crescimento da economia não está sendo acompanhado pela infraestrutura elétrica que possuímos. Para crescer, o Brasil precisa investir e diversificar a sua matriz energética e a Eneva é uma das empresas mais bem posicionadas para isso, foi pioneira no modelo de negócios com integração total desde a exploração de gás natural até a comercialização da energia térmica gerada. A atuação em toda a cadeia de valor confere à companhia uma plataforma de crescimento para capturar uma ampla variedade de oportunidades em áreas estratégicas no setor de energia.

Taesa (TAEE11)

Ler análise completa

O segmento de transmissão, dentro do setor elétrico, sempre terá espaço na Top 10, pois é o mais defensivos da bolsa, de grande representatividade no índice Bovespa e pagador de gordos dividendos. Atualmente representado pela Taesa, que apenas em 2021 é estimado um retorno por dividendos acima de 8%. Esta não é uma companhia com características de crescimento exponencial, como por exemplo as empresas do setor de tecnologia, porém de resultados resilientes e previsíveis que possibilitam gerar valor ao acionista através do recebimento de proventos.

Qualicorp (QUAL3)

Ler análise completa

A Qualicorp Consultoria e Corretora de Seguros S.A. é uma das líderes no Brasil na administração, gestão e vendas de Planos de Saúde coletivos, empresariais, coletivos por adesão e presta serviços em saúde. Menos de 40% da população brasileira possuem cobertura de plano de saúde e os últimos movimentos deste setor demonstram o grande potencial de penetração existente, com o desafio de fornecer um serviço mais acessível aos beneficiários em um modelo verticalizado onde as empresas oferecem desde o plano de saúde até o atendimento em hospitais e clínicas próprios. Neste contexto, algumas empresas estão saindo na frente, outras se preparando. Uma das maiores empresas do setor, a Rede D ́Or, já aumentou a sua fatia para 25% da Qualicorp e isso pode ser reflexo dessa nova tendência onde a companhia é vista como estratégica.

SLC Agrícola (SLCE3)

Ler análise completa

O PIB do agronegócio brasileiro subiu forte em 2020 e acumulou avanço recorde de 24,31% no ano, de acordo com cálculos do Cepea. Diante disso, o agronegócio alcançou participação de 26,6% do PIB brasileiro, contra 20,5% em 2019. Em valores monetários, o PIB do País totalizou R$7,45 trilhões em 2020 e o PIB do agronegócio chegou a quase R$2 trilhões. O câmbio neste nível tende a continuar beneficiando o setor e, apesar da crise, o mundo precisa se alimentar. Pesquisas mostram que nos próximos dez anos o consumo mundial de alimentos vai continuar crescendo e que o Brasil é o país com maior capacidade de aumentar a sua produção. A SLC é uma grande representante deste movimento, uma das maiores produtoras mundiais de grãos e fibras (algodão, soja e milho). Atualmente possui 17 Unidades de Produção estrategicamente localizadas em 6 estados que totalizaram mais de 448 mil hectares, com tecnologia de ponta e é a maior companhia do setor em área cultivada no Brasil. Em 2020, a SLC Agrícola reportou lucro líquido R$511 milhões, avanço de 62% ante 2019, e a receita líquida atingiu R$3,09 bilhões (+22%), ultrapassando pela primeira vez a marca de R$3 bilhões.

Multiplan (MULT3)

Ler análise completa

Contrariando as expectativas mais otimistas, o primeiro semestre de 2021 será muito desafiador, o país entrou na sua pior fase com cidades em todo o país decretando lockdown para combater o avanço da COVID. Em um setor extremamente impactado pela crise e com preços descontados, que geram oportunidades neste contexto, a Multiplan atua nos segmentos de shopping e imobiliário, o portfólio de ativos está localizado nas principais regiões do Brasil, estrategicamente posicionado no vetor de crescimento dos grandes centros urbanos, impulsionando o desenvolvimento do entorno e contribuindo diretamente para a melhoria da qualidade de vida da população. MULT3 se beneficiará rapidamente com a expectativa de vacinas e retomada do consumo com a normalização das atividades comerciais a partir da segunda metade do ano. Porém, é importante destacar que no curto prazo as empresas do setor podem passar por momentos mais voláteis com incertezas relacionadas a pandemia.

Magazine Luiza (MGLU3)

Ler análise completa

Fortemente impactada no início da pandemia no Brasil durante o primeiro semestre de 2020, quando teve que fechar suas mais de mil lojas físicas, a companhia valeu-se de seu processo de digitalização já em andamento para acelerar o movimento, o que lhe permitiu não apenas de recuperar, mas ganhar mercado. Desde abril, comprou 10 empresas, na maioria startups de comércio eletrônico, além disso, incluiu 32 mil lojistas ao seu marketplace em 12 meses. A Magalu entendeu, antes de seus concorrentes, a importância da integração do mundo físico e digital o que lhe deu vantagens para apresentar um crescimento significativo no período, e hoje, ser uma referência no omnichannel e construir um ecossistema de produtos, serviços e marcas que vão muito além das vendas de eletrônicos. Além disso, o ambiente incerto causado pelo isolamento da pandemia torna o modelo de negócio da empresa ainda mais relevante no cenário atual.

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.

Sobre o Analista

Hugo Simas Carone

José Falcão C. Castro

Analista de Investimentos na Easynvest com 14 anos de experiência no mercado financeiro, atuando com análise, consultoria de investimentos e mesa de operações Bovespa e BM&F.

Formado em Administração de Empresas com pós-graduação em Gestão Financeira, possui as certificações CFP® e CNPI-P.

A Easynvest - Título Corretora de Valores SA, inscrita sob o CNPJ 62.169.875/0001-79, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil. Copyright © 2018 - Todos os Direitos Reservados. Toda transmissão de ordem por meio digital está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. Toda pessoa que acessar este site deve estar ciente de que a eventual utilização dos materiais e informações aqui contidas será de sua total responsabilidade e risco. A Easynvest – Título Corretora de Valores SA (“Easynvest”) e qualquer outra empresa do grupo da Easynvest se eximem de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Easynvest reserva-se o direito de, discricionariamente e sem qualquer obrigação ou notificação, efetuar melhorias ou corrigir qualquer erro ou omissão em qualquer parte deste site, bem como manter informações desatualizadas. As informações aqui apresentadas não pretendem conter todos os fatos relevantes que um investidor deve considerar e, dessa forma, representam apenas uma visão limitada do mercado. As informações fornecidas são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. A Easynvest não se responsabiliza por danos oriundos de erros, omissões ou alterações nos fatores de mercado nem pelo uso das informações aqui contidas. Antes de investir, analise atentamente os benefícios e riscos de cada aplicação. A responsabilidade pela decisão de investimento é do Investidor e não da Easynvest. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. Todas as informações, índices de retorno (históricos e/ou atuais) e previsões estão sujeitas a mudanças sem qualquer tipo de notificação prévia. As informações contidas nesse site destinam-se apenas ao conhecimento da pessoa que o acessa e não são, e não devem ser consideradas como, oferta, solicitação ou tentativa de convencê-lo a comprar ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários ou outros instrumentos do mercado financeiro, ou qualquer tipo de recomendação ou orientação de compra ou venda de ativos. Resultados passados não representam garantia de resultados futuros, os quais não são garantidos pela Easynvest, por qualquer administrador, gestor, qualquer mecanismo de seguro ou pelo Fundo Garantidor de Créditos – FGC, para mais informações, acesse o site do FGC: www.fgc.org.br. As comparações a certos índices de mercado são incluídas para referência apenas e não representam garantia de retorno pelos respectivos gestores ou pela Easynvest. O efetivo investimento está condicionado à: (i) adequação do Produto ao perfil do Investidor; (ii) à atualização cadastral; e (iii) ciência dos riscos do investimento em tal produto. Esta Instituição é aderente ao Código ANBIMA de Regulação e Melhores Práticas para Distribuição de Produtos de Investimento. Importante: Conheça as características e riscos dos mercados antes de iniciar seus investimentos. Recomendamos que faça os cursos de mercados de ações à vista e de opções. . Confira demais informações no site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) clicando aqui. É vedada a cópia, distribuição ou reprodução total ou parcial deste material sem a prévia e expressa concordância da Easynvest. Central do Investidor Tel.: (11) 3841-4515 – [email protected] - Ouvidoria Easynvest 0800 727 7784

DISCLAIMER INSTRUÇÃO CVM Nº 598/18

As análises e recomendações refletem única e exclusivamente as opiniões pessoais dos analistas responsáveis da Easynvest e são elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Easynvest. As manifestações devem ser compreendidas como OPINIÕES que refletem o momento da análise e tomam como base informações coletadas que julgamos confiáveis.

O InvestNews é um canal de conteúdo multiplataforma que oferece a cobertura diária de notícias e análises sobre economia, investimentos, finanças, mercado financeiro, educação financeira, projeções, política monetária e econômica. Tudo o que mexe com o seu dinheiro você encontra aqui, com uma linguagem simples e descomplicada sobre o mundo da economia e dos investimentos.