Siga nossas redes

Economia

12 fatos na economia e nos negócios para acompanhar na semana

O mercado monitora tentativa de votar arcabouço fiscal.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 3 minutos

O mercado monitora tentativa de votar arcabouço fiscal na próxima semana, na véspera da votação em plenário, o que pode ocorrer na quarta-feira.

Após sinalizações de que pretendia tornar o texto mais duro, com sanções para não cumprimento e gatilhos para corte de despesas, os partidos de esquerda ampliaram a pressão sobre o relator, o deputado Cláudio Cajado, que preferiu buscar novas reuniões para se atingir um maior consenso, de acordo com os jornais.

O ministro Fernando Haddad também pediu para que Cajado esperasse sua volta ao Brasil, após viagem ao Japão para encontro do G7, diz o Globo. 

Nos próximos dias, o mercado aguarda anúncio da Petrobras (PETR3 PETR4) que deve reduzir em até R$ 0,30 o litro da gasolina, segundo informações do G1.

Segundo a economista Luciana Rabelo, do Itaú, apesar do IPCA acima das estimativas do mercado divulgado nesta sexta-feira, o esperado corte dos combustíveis, em meio à queda do petróleo, coloca um viés de baixa na projeção do banco de inflação de 6% no ano.

No dia 19, a estatal deve pagar a primeira parcela dos dividendos do 4º trimestre de 2022, após anunciar nesta semana pagamento aos acionistas de R$ 24,7 bilhões referentes ao 1º primeiro trimestre deste ano.

O mercado aguarda ainda divulgação de balanços.

Exterior

Em meio às expectativas sobre a duração do aperto monetário nos EUA, o mercado monitora participação de Jerome Powell, presidente do Fed, em painel na sexta-feira. Vários outros dirigentes do BC americano falam nos próximos dias.

Expectativa com juros europeus também estão no radar com falas de Christine Lagarde e outros membros do Banco Central Europe, além de Andrew Bailey, do Banco da Inglaterra (BOE).

O Banco Central da China também estará em evidência com decisão sobre juros. Dados do varejo e indústria também serão destaques na semana nos EUA e China. O mercado ainda pode oscilar com notícias sobre busca de acordo para teto da dívida americana.

Depois de o discurso hawkish do BC ser reforçado tanto pela ata do Copom quanto pelo IPCA de abril — levando à redução das apostas em cortes da Selic no curto prazo —, os dados de atividade ganham destaque na próxima semana.

O mercado de câmbio monitora possível início da próxima rolagem de swaps. O dólar caminha para a 3ª semana seguida de baixa com carrego do real favorecido por juros altos no Brasil e aperto monetário perto do fim nos EUA.

Segunda-feira (15)

  • Boletim Focus
  • Balanço Nubank
  • Balanço do Banco do Brasil
  • Balanço XP
  • Balanço Magazine Luiza
  • Balanço Marisa

Quarta-feira (17)

  • Vencimento de opções sobre Ibovespa

Quinta-feira (18)

  • Nubank promove coletiva de imprensa para anunciar novidades após completar 10 anos

Sexta-feira (19)

  • IBC-Br, com estimativa de queda na comparação mensal
  • Pagamento da primeira parcela dos dividendos pela Petrobras
  • Mercado monitora participação de Jerome Powell em um painel, em meio às expectativas sobre a duração do aperto monetário nos EUA
  • Vencimento de opções de ações

*Com informações da Bloomberg

Veja também

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.