Siga nossas redes

Economia

Índice revela as cidades brasileiras com os aluguéis mais caros do país

Preço médio de locação em janeiro é de R$ 30,60 por metro quadrado.

Publicado

em

São Paulo

O  Índice FipeZap de Locação Residencial, desenvolvido pela Fipe e pelo Grupo ZAP, divulgou as cidades que tiveram o maior aumento do preço do aluguel de imóveis em janeiro. Com base em dados de todas as 25 cidades monitoradas, o preço médio de locação no país no mês é de R$ 30,60 por metro quadrado (m²).

LEIA MAIS: Comprar ou alugar um imóvel? Veja o que levar em conta

Entre as 11 capitais monitoradas, São Paulo se manteve como a capital com o preço médio mais elevado (R$ 40,01/m²), seguida por Brasília (R$ 32,28/m²), Recife (R$ 31,94/m²) e Rio de Janeiro (R$ 31,11/m²). Já entre as capitais com menor valor de locação residencial, destacam-se Fortaleza (R$ 17,31/m²), Goiânia (R$ 18,76/m²), Curitiba (R$ 20,93/m²) e Belo Horizonte (R$ 23,69/m²).

De acordo com a pesquisa, janeiro de 2021 teve alta mensal de 0,21%, valor menor que o registrado em dezembro de 2020 (+0,43%). A variação foi inferior à inflação registrada pelo IPCA/IBGE (+0,25%) e pelo IGP-M/FGV (+2,58%), resultando em queda real do preço médio. Já em comparação aos últimos 12 meses, houve uma alta acumulada de 2,31%.

O Índice FipeZap de Locação Residencial acompanha mensalmente o preço médio de locação de apartamentos residenciais prontos em 25 cidades brasileiras, com base em anúncios veiculados na Internet.

Confira abaixo as cidades com o alugueis mais caros do país:

Cidade Preço médio (R$/m²)
São Paulo (SP)   40,01  
Barueri (SP)   36,77  
Santos (SP)   32,43  
Brasília (DF)   32,28  
Recife (PE)   31,94  
Rio de Janeiro (RJ)   31,11  
Florianópolis (SC)     26,86  
Praia Grande (SP)   24,82  
Porto Alegre (RS) 24,73  
Salvador (BA)   24,39  

Invista de um jeito simples, sem economês. Aproveite a plataforma mais simples do mercado. Vem pro Nu invest!

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!