Siga nossas redes

Economia

Olimpíadas de Paris: executivos brasileiros, amadores, vão correr a maratona

Pela primeira vez corredores amadores como a vice-presidente da Mastercard Brasil, Ana Karina Scarlato, poderão participar da prova

Pela primeira vez na história, uma Olimpíada terá um evento aberto para a participação de atletas amadores. Na noite de 10 de agosto, um dia antes do encerramento das Olimpíadas de Paris, mais de 20 mil pessoas “comuns” vão disputar a maratona no mesmo circuito dos atletas profissionais. Haverá ainda uma prova de 10 km para quem não tem fôlego ou pernas para aguentar os 42 km de uma maratona olímpica.

LEIA MAIS: Olimpíadas: Quanto custa uma medalha de ouro olímpica?

LEIA MAIS: Paris-2024: Quanto custa uma Olimpíada?

A “Maratona para Todos” vai passar por lugares históricos da França e dar um gostinho de “experiência inesquecível” para seus participantes. Mas conseguir um lugar na linha de largada exigiu muito suor e, principalmente, muita sorte.

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Paris-2024 estabeleceu que para participar da maratona era necessário cumprir uma série de tarefas de atividade física, como correr um número determinado de quilômetros por semana e enviar os comprovantes no aplicativo do evento.

Percurso da maratona vai passar por atrações turísticas de Paris. Crédito: Divulgação/ Paris 2024

Alguns brasileiros foram atrás desse sonho de disputar uma Olimpíada sem ser atleta profissional e encararam os desafios exigidos para buscar um lugar no sorteio para a “Maratona para Todos”. E teve gente que conseguiu!

Da esteira ao Ironman

Ana Karina Scarlato se tornou triatleta e vai realizar o sonho de correr a maratona em uma Olimpíada. Crédito: Divulgacão

Ana Karina Scarlato, vice-presidente de produtos e inovação da Mastercard Brasil, é uma das pessoas contempladas para correr a maratona em Paris. Diante de sua rotina estressante de reuniões e decisões estratégicas, a executiva de 45 anos passou a incluir em sua agenda algumas horas diárias de dedicação às atividades físicas. 

Ana Karina começou a correr pequenas distâncias na esteira e nas ruas. Depois, foi aumentando: 5 km, 10 km, 21 km, até chegar a ter condições de correr uma maratona.

Ela não parou por aí. Além de corrida, passou a nadar e pedalar e se tornou uma triatleta. No ano passado, encarou a prova mais radical de resistência do mundo, o Ironman do Havaí: 3,8 km de natação no mar, 180 km de bicicleta em estradas íngremes e sinuosas e mais 42 km de corrida em mais de 11 horas de prova. 

“O esporte é uma válvula de escape de onde eu tiro a minha energia”, explica Ana Karina. “O triatlo me deixa focada no que realmente importa para o meu trabalho, me ensinou a ser mais disciplinada e a ter muito planejamento. No mundo corporativo é muito fácil perder o foco e o esporte me ajuda a ter resiliência para resolver qualquer tipo de problema, a buscar a melhor solução e nunca desistir.”

Pouco antes do Carnaval, Ana Karina recebeu um e-mail de Paris-2024 avisando que ela havia sido sorteada para correr a maratona. “Vou me sentir uma verdadeira atleta olímpica. Vai ser incrível fazer o mesmo percurso dos profissionais e correr naquela cidade maravilhosa.”

Ela já tinha vivido a experiência de ver uma Olimpíada de perto quando morou em Londres, em 2012. Em Paris, Ana Karina vai fazer muito mais do que correr a maratona. “Comprei ingresso para a abertura e para jogos de vôlei, tênis e finais de natação.”

Mudança de hábito

Duilio Monteiro de Carvalho foi sorteado para correr a maratona. Crédito: arquivo pessoal

Duilio Monteiro de Carvalho, de 42 anos, é vice-presidente de varejo do Banco BCP, o maior banco do Peru, e trabalha no escritório da empresa na Bolívia. Ele também foi sorteado para correr a maratona de Paris-2024 e se emociona só de pensar em cruzar a linha de chegada. 

“Nunca fui muito do esporte. Mas quando comecei a gerenciar equipes no meu trabalho percebi que as pessoas com melhor desempenho faziam algum tipo de esporte que necessitava de dedicação, alimentação, fortalecimento e muita disciplina”, revela. “Passei a incluir na minha rotina de viagens e hotéis os treinos de corrida e ginástica na academia.”

Na pandemia, Duílio colocou como meta correr a Maratona de Amsterdã, na Holanda. Já estava bem preparado para aguentar os 42 km, mas precisou esperar dois anos para poder realizar o sonho, em 2022. Correu ainda a Maratona de Berlim, no ano passado. Quando soube que haveria a possibilidade de disputar uma maratona nas Olimpíadas de Paris, estabeleceu esse objetivo como meta. 

“Só 20 mil pessoas vão poder contar essa história. E eu serei um deles! Toda vez que penso nisso fico arrepiado. Me sinto verdadeiramente um atleta olímpico”, diz Duilio, que além de correr a maratona comprou ingressos para ver jogos de futebol e tênis e as competições de vela, arco e flecha e levantamento de peso.

Esperança de correr

Pablo Galvão não foi sorteado, mas vai a Paris e espera conseguir uma vaga na “Maratona para Todos”. Crédito: Arquivo pessoal

Mas nem todo mundo que fez todos os pré-requisitos para disputar a maratona amadora de Paris-2024 foi contemplado. O advogado Pablo Galvão, de 43 anos, trabalha prestando assessoria jurídica para empresas dos mercados financeiro e imobiliário. Não conseguiu ter seu nome sorteado. 

Triatleta amador, Pablo disputou recentemente o Ironman de Florianópolis e já está de malas prontas para Paris.

“Comprei ingressos para jogos de futebol e vou acompanhar, também o triatlo e as provas de ciclismo de estrada, maratona e maratona aquática, e tenho ainda esperanças de que apareça uma vaga de última hora para eu correr a maratona em Paris”, afirma. “Mas só de estar lá vivendo o clima olímpico já é uma vitória incrível.”

Como será a ‘Maratona para Todos’

  • Data: 10 de agosto, às 21h (horário local)
  • Distância: 42,195 km
  • Percurso: Largada no Hotel Deville e chegada em Les Invalides, passando por nove cidades (Paris, Boulogne-Billancourt, Sèvres, Ville d’Avray, Versalhes, Viroflay, Chaville, Meudon e Issy-les-Moulineaux)
  • Participantes: 20.024 pessoas

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.