Siga nossas redes

Economia

Puxado por preço do cobre e vacinação, Chile vê alta do PIB em 7,5% em 2021

Para 2022, o departamento de orçamento prevê um crescimento da economia de 2,9%.

Publicado

em

por

Reuters
Campanha de vacinação contra a Covid-19 na Universidade de Santiago, Chile 30/06/2021 REUTERS/Ivan Alvarado

O governo do Chile revisou para cima nesta segunda-feira (12) sua projeção de crescimento econômico de 2021 para 7,5% em 2021, ante os 6% esperados anteriormente.

A inflação atingirá 3,7% em 2021, ante uma estimativa anterior de 3,4%, informou o escritório de orçamento em um relatório trimestral. O preço médio do cobre, motor crucial da economia chilena, deve ficar em US$ 4,11 por libra em 2021, em comparação com a previsão anterior de US$ 3,99.

Para 2022, o departamento de orçamento prevê um crescimento da economia de 2,9%, ante uma estimativa anterior de 3,5%.

A demanda doméstica por bens e serviços deve aumentar 12,6% em comparação com o aumento de 10,7% previsto anteriormente. A projeção para o peso ficou em 712 por dólar em 2021, ante uma estimativa anterior de 699 por dólar. A moeda norte-americana atualmente equivale a cerca de 743 pesos.

As previsões animadoras vêm no momento em que o Chile lança uma das campanhas de vacinação contra a covid-19 mais rápidas do mundo, com 59% de sua população total agora completamente vacinada.

A vacinação tem sido acompanhada de uma queda nas infecções nas últimas semanas, levando o governo a flexibilizar as restrições

Veja também

Faça seu dinheiro começar a render mais hoje! Vem pro Nu invest!

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!

O InvestNews é um canal de conteúdo multiplataforma que oferece a cobertura diária de notícias e análises sobre economia, investimentos, finanças, mercado financeiro, educação financeira, projeções, política monetária e econômica. Tudo o que mexe com o seu dinheiro você encontra aqui, com uma linguagem simples e descomplicada sobre o mundo da economia e dos investimentos.