Siga nossas redes

Finanças

ADRs da Petrobras sobem após nova política de distribuição de dividendos

A petroleira anunciou sua nova política de dividendos cuja distribuição será com base em 45% do fluxo de caixa livre, ante 60% na regra anterior.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 2 minutos

Após anúncio da política de distribuição de dividendos da Petrobras (PETR4), as ADRs da estatal negociadas nos EUA subiam no pré-market (antes da abertura das bolsas locais) nesta segunda-feira (31).

Os papeis PBR-A registravam alta de 1,11% às 7h47 (horário dos EUA) na bolsa de Nova York (NYSE). O desempenho pode dar o tom de abertura para o Ibovespa, principal índice acionário da B3, uma vez que as novas regras para a política de dividendos da Petrobras era amplamente aguardada.

Segundo a petroleira, o pagamento será feito com base em 45% do fluxo de caixa livre da companhia no trimestre, uma vez que a distribuição será trimestral. Antes, o montante a ser pago aos acionistas era de 60% do fluxo de caixa livre.

Somado a isso, a companhia disse fazer recompras de ações para remunerar seus acionistas com objetivo de fazer a “manutenção das ações adquiriras em tesouraria e posterior cancelamento”, além de fixar uma remuneração mínima anual de US$ 4 bilhões para períodos em que o barril do petróleo tipo Brent for superior a US$ 40. Na sexta-feira (28), o Brent fechou em alta de US$ 0,75, a US$ 84,99 o barril.

A revisão da política de dividendos da companhia foi defendidas pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva desde as eleições presidenciais por entender que os valores distribuídos aos acionistas eram altos.

Na próxima quinta-feira (3), será divulgado ao mercado o balanço financeiro da estatal referente o segundo trimestre de 2023.

  • Confira ações da Petrobras (PETR4)

Veja também

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.