Siga nossas redes

Finanças

Ativos brasileiros despencam no exterior após declaração de Guedes

Ministro sinalizou que novo Bolsa Família será pago fora do teto de gastos.

Publicado

em

por

Tempo médio de leitura: 2 minutos

ibovespa cai com saída de secretários da economia
Ministro da Economia Paulo Guedes 19/08/2020 REUTERS/Adriano Machado

Os ativos brasileiros negociados nos mercados externos despencavam na manhã desta quinta-feira, replicando a má reação doméstica na reta final da sessão anterior a declarações do ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre despesas fora do teto de gastos.

As negociações no Brasil já foram iniciadas nesta quinta e viam o dólar disparar acima de R$ 5,67 reais e os juros futuros saltarem 60 pontos-base.

Contratos de real transacionados na Bolsa Mercantil de Chicago (CME) caíam 2,1%, com US$ 1 valendo R$ 5,6721. Em Paris, um ETF que acompanha o Ibovespa desabava 5,2%, maior queda desde março. No pré-mercado em Nova York, o iShares MSCI Brazil ETF caía 3,8%.

Os preços no Brasil já haviam mostrado sinais de estresse no fim da sessão de quarta, após o ministro Paulo Guedes dizer que o governo avalia se o benefício temporário que irá vitaminar o novo Bolsa Família será pago fora do teto, o que demandaria uma licença para um gasto de cerca de R$ 30 bilhões, ou se haverá opção por uma mudança na regra constitucional do teto de gastos para acomodá-lo.

O dólar spot fechou longe das mínimas do dia, e o dólar futuro voltou a superar os R$ 5,60 na quarta –nesta quinta saltou acima de R$ 5,68. O Ibovespa também fechou a uma distância da máxima da sessão.

Veja também

Compre Ações em apenas 3 cliques e aproveite taxa ZERO de corretagem! Invista já

Anúncio Patrocinado Super Week Temporada de balanços Super Week Temporada de balanços
ANÚNCIO PATROCINADO      Conheça a carteira recomenda de dividendos

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Anúncio Patrocinado Carteira Top 10