Siga nossas redes

Finanças

Com aumento de preços em dólar em alta, ação da Suzano se destaca na bolsa

Papel SUZB3 teve uma das maiores altas do Ibovespa na semana; especialistas apontam boas perspectivas para o papel.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 3 minutos

Após dias marcados por alta do dólar e anúncio sobre reajuste de preços da celulose, a ação da Suzano (SUZB3) terminou a semana como destaque positivo do Ibovespa. A alta foi de 5,43%, destoando da queda de 2,33% do principal indicador da bolsa. No setor, Klabin (KLBN11) subiu 3,98% na semana. 

Na quarta-feira (20), a Suzano anunciou uma elevação dos preços de celulose em todos os seus mercados. Para a Ásia, o aumento será de US$ 30 por tonelada. Para Europa e Estados Unidos, de US$ 50 por tonelada. Os novos valores começam a valer a partir de outubro. 

“Isso puxou os papéis da empresa ao longo da semana”, afirma Andre Fernandes, head de renda variável e sócio da A7 Capital.

Rolos fabricados pela indústria de papel e celulose 30/10/2018 REUTERS/Benoit Tessier

“Como é um mercado muito mais concentrado no mundo, a gente vê que tem um poder bem grande quando eles anunciam reajustes”, complementa Gustavo Cruz, estrategista chefe da RB Investimentos.

Os especialistas também destacam o efeito do câmbio, que teve semana de alta em meio às expectativas de que o Federal Reserve (Fed) deve manter os juros mais altos por mais tempo que o esperado pelo mercado inicialmente. “Por ser uma empresa que exporta muito, a alta do dólar também beneficia a companhia”, explica Bruna Sene, analista da Nova Futura Investimentos. 

Ela acrescenta que “é uma companhia que exporta muito para a Ásia, e anúncios de estímulos à economia chinesa também podem continuar beneficiando o papel”. 

Perspectivas para a ação

A ação da Suzano acumula ganhos de quase 15% em 2023 até agora. Para especialistas, as perspectivas são positivas para a empresa.

“Suzano segue em tendência de alta, é uma companhia que está nas nossas carteiras recomendadas semanal e mensal, e se romper os R$ 57,20 ainda há expectativa de continuidade dessa tendência de alta”, diz Sene, da Nova Futura. Atualmente, a Suzano é negociada no patamar dos R$ 55. 

Gabriel Bassotto, analista chefe de ações do Simpla Club, comenta as projeções de médio e longo prazo, o ciclo para empresa e aponta que o cenário à frente indica uma situação saudável. 

“Apesar de ainda não estar no seu melhor momento, ele começou a dar uma leve desafogada, uma leve arrefecida, considerando que o preço da celulose está em caminho de ascensão”

Gabriel Bassotto, analista chefe de ações do Simpla Club

“Além do mais, a gente que está faltando madeira no Brasil para novos projetos. Então, sabendo que a Suzano já tem suas florestas e que essas florestas estão perto das indústrias que a empresa mantém operação, então a gente percebe que a madeira, subindo de preço, ela vai conseguir repassar isso ao longo da cadeia, enquanto outros competidores talvez vão sofrer mais. Então, para Suzano a gente enxerga um ambiente mais saudável”, finaliza.

No setor, a Klabin também tem alta acumulada no ano. O avanço até agora é de mais de 26%.

Veja também

Este conteúdo é de cunho jornalístico e informativo e não deve ser considerado como oferta, recomendação ou orientação de compra ou venda de ativos.

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.