Siga nossas redes

Finanças

Minério de ferro despenca mais de 8%, após China reduzir produção de aço

Preocupações de oferta, porém, deram suporte aos preços do aço inoxidável, que registraram o maior ganho mensal desde 2019.

Minério de ferro
REUTERS/Melanie Burton

Os contratos futuros do minério de ferro na Ásia despencaram nesta sexta-feira (30), pressionados pela decisão da China de reduzir a produção de aço, em linha com seu esforço de descarbonização, e pela redução na demanda doméstica pelo material de construção e manufatura.

Preocupações de oferta, porém, deram suporte aos preços do aço inoxidável, que registraram o maior ganho mensal desde que as negociações dos contratos tiveram início na bolsa de futuros de Xangai, em 2019.

O minério de ferro na bolsa de commodities de Dalian fechou em queda de 8,1%, a 1.027 iuanes (US$ 158,95) por tonelada, com uma perda mensal de quase 8%, a mais acentuada desde fevereiro de 2020.

Já na bolsa de Cingapura, a matéria-prima siderúrgica despencava 7,7%, a US$ 175,95 a tonelada.

Veja também

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.

Últimas