Siga nossas redes

Finanças

Saiba como quitar o seu financiamento imobiliário e de veículo

Saiba como quitar o seu financiamento imobiliário e de veículo.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 5 minutos

O sonho de todo devedor é se livrar da dívida o quanto antes. E, caso tenha os recursos necessário, é seu direito quitar o valor total da dívida. Mas como é possível pagar todo o débito de forma antecipada? E qual é a melhor maneira de quitar o financiamento? Explicamos abaixo:

Comprar ou alugar imóvel? (Foto: Pixabay)
Comprar ou alugar imóvel? (Foto: Pixabay)

É possível quitar o financiamento antes do prazo?

O pagamento de parte ou todas as parcelas futuras de uma dívida, que pode ser a compra de um carro, imóvel ou empréstimo pessoal, pode ser feito a qualquer hora. 

O direito está previsto no artigo 52 do Código do Consumidor

Benefícios de quitar antes do prazo

Quem antecipa o pagamento da dívida paga menos juros e encargos, especialmente em financiamentos mais longos, como o do imóvel e do carro. Também encurta o tempo no qual irá pressionar o orçamento com o pagamento das parcelas do débito.

Como quitar o financiamento

Geralmente, o cliente deve acessar o internet banking e buscar pela opção ‘Crédito’. Se o contrato tiver a opção de quitação disponível, basta emitir o boleto e realizar o pagamento.

Caso a opção seja pela quitação do valor total da dívida, o banco deve gerar um boleto com o valor do saldo devedor atual. 

Imobiliário

O financiamento de imóvel tem regras especiais: a quitação do contrato pode ser feita tanto com recursos próprios como com o saldo do FGTS, a qualquer momento. 

A opção vale para quem comprou um imóvel pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH) e atenda algumas exigências definidas pelo Conselho Curador do fundo. 

Como quitar o financiamento com o FGTS

Veículo

No financiamento de veículo o passo a passo para antecipar o pagamento é o mesmo de qualquer outra dívida: utilizar recursos próprios e pedir a antecipação na instituição financeira que financiou a compra. 

Mas, diferente de empréstimos nos grandes bancos, o financiamento de veículos pode não ter a opção de quitação facilmente disponível. Em caso de dúvidas, contate a instituição financeira e garanta seu direito. 

Como quitar o financiamento mais rápido

No caso do financiamento de imóvel é possível quitar o financiamento de uma forma mais rápida ao escolher o sistema de amortização SAC. Nele as parcelas vão diminuindo ao longo do tempo, o que exige menos recursos para antecipar o vencimento do contrato.

Já no sistema Price as prestações são fixas ao longo de todo o contrato, o que faz com que a quitação exija mais recursos e, como consequência, maior tempo. 

O que fazer após quitar o financiamento

Após a quitação de um financiamento de carro ou imóvel é necessário registrar o termo da quitação, concedido pelo banco, no cartório. Dessa forma, o devedor formaliza que é o atual proprietário do bem, antes alienado ao banco. 

O que é melhor: Investir ou quitar o financiamento?

Para saber se é melhor investir ou quitar o financiamento basta comparar a taxa que será paga pelo investimento com os juros pagos mensalmente no financiamento. Se a taxa paga pelo investimento for maior, será mais vantajoso deixar o dinheiro na aplicação, e vice versa.

Um exemplo: a poupança paga atualmente cerca de 7% ao ano. Para deixar o dinheiro aplicado nela, os juros anuais cobrados pela dívida teriam de ser menores do que os da caderneta. Para se ter ideia, os juros pagos em um contrato de imóvel é de, em média, 9% ao ano. No financiamento de veículos, iniciam em 10% ao ano e podem chegar a 22% ao ano.

Como conseguir desconto

Ao optar pela quitação antecipada de parte da dívida é possível diminuir o número de parcelas ou o valor das prestações. 

A opção que permite descontos nos juros é a que reduz o número de parcelas. Dessa forma, o valor final do financiamento é reduzido. Como os juros incidem sobre esse valor, ficarão mais baixos. 

Veja como diminuir o valor do imóvel

Como amortizar o financiamento?

Ao optar por amortizar o financiamento é possível tanto reduzir o número de parcelas quanto o valor da prestação. 

No caso do financiamento de imóveis, ao usar recursos do FGTS, também é possível reduzir até 80% do valor da parcela por até 12 meses.

Quer investir e receber uma parte dos rendimentos regularmente? Monte uma estratégia com foco em receber dividendos 

Veja também

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.