Siga nossas redes

Geral

3 fatos para hoje: acordo da Cosan por fatia na Vale; ações Brasil e Lula

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva anuncia hoje mais uma leva de ministros para compor seu governo.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 4 minutos

1 – Cosan garante R$4,1 bi do Itaú Unibanco para financiar compra de fatia da Vale

A Cosan (CSAN3) informou nesta quarta-feira que o Itaú Unibanco investiu 4,1 bilhões de reais em ações preferenciais da Cosan Nove Participações, veículo que passou a deter parte das ações da Raízen detidas pela companhia, segundo fato relevante.

O total subscrito representa 27% da Cosan Nove, que tem 39% da Raízen, joint venture com a Shell com negócios em produção de açúcar, etanol, bioenergia e distribuição de combustíveis.

A operação do Itaú na Cosan Nove é desdobramento do acordo para a Cosan comprar 6,5% das ações da Vale. No anúncio da compra, em outubro, a Cosan estimou necessidade de financiamento de 21 bilhões de reais, sendo 8 bilhões de reais em equity e cerca de 13 bilhões via estrutura de derivativos em até cinco anos, com garantia das ações da própria mineradora.

Na semana passada, a Cosan já havia garantido 4 bilhões de reais, após o Bradesco subscrever 23% do capital da Cosan 10, que tem 88% da subsidiária de gás e energia Compass.

A Cosan acrescentou que a operação com o Itaú Unibanco não interfere nos direitos como co-controladora da Raízen no acordo de acionistas com a Shell, “que segue inalterado”.

A Shell tem 44% da Raízen, enquanto o restante do mercado possui 12%.

2 – Bradesco BBI reitera ‘overweight’ em ações do Brasil, reduz exposição a risco fiscal

Estrategistas do Bradesco BBI reduziram a exposição a ações brasileiras em seu portfólio de América Latina, enxergando riscos diante da falta de um uma âncora fiscal crível, mas seguiram com recomendação ‘overweight’.

Andre Carvalho e equipe avaliaram em relatório a clientes que o próximo governo será pragmático, mas lento, resultando assim em uma vagarosa compressão do prêmio de risco.

“As ações brasileiras … continuam sendo um caso de alto risco na ausência de uma âncora fiscal confiável”, afirmaram, mas destacando que o novo governo provavelmente apresentará uma nova regra fiscal ao Congresso.

“A principal preocupação é se o novo quadro fiscal abrirá espaço para cortes nas taxas de juros em 2023.”

Eles veem o Ibovespa, referência da bolsa brasileiro, encerrando o próximo ano em 125 mil pontos, o que representaria alta de cerca de 14% em relação aos níveis atuais.

Na América Latina, eles elevaram a classificação para as ações do México de ‘neutra’ para ‘overweight’, enquanto Chile permaneceu com ‘neutra’ e Peru e Colômbia com ‘underweight’.

Em termos de setores, eles afirmaram estar ‘overweight’ em ações de consumo defensivas e nas chamadas ‘bond proxies’, com avaliação ‘neutra’ no setor financeiros e ‘underweight’ em papéis atrelados a commodities e mais cíclicos.

No portfólio modelo para América Latina, foram adicionadas as brasileiras Prio, Santos Brasil e Carrefour Brasil, a mexicana Gruma, a chileba SQM e a peruana Credicorp.

Em contrapartida, Petrobras, CCR e Assaí, do Brasil, foram excluídas, assim como o mexicano Banorte e as chilenas Enel Chile e CCU.

A carteira do Bradesco BBI ainda inclui, no caso do Brasil, Itaú Unibanco, Vamos, B3, Vibra Energia <VBBR3,SA>, brMalls, Lojas Renner, Rede D’Or e Vale.

Também fazem parte Vesta, Femsa, Alfa, Fibra Uno e Asur, do México, e Cencosud, do Chile.

3 – Lula anuncia hoje mais ministros para compor governo

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva anuncia hoje mais uma leva de ministros para compor seu governo. Até agora, 21 nomes foram anunciados. É aguardado que os 16 nomes que faltam sejam divulgados.

Entre os cotados aos ministérios, estão nomes como os da senadora Simone Tebet (MDB-MS) para o (Planejamento) e o da deputada federal eleita Marina Silva (Rede-SP) para o Meio Ambiente.

Com agência Reuters

Veja também

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.