Siga nossas redes

Geral

As estrelas do ano: FIIs de shoppings e Fofs registram as maiores altas do IFIX

Levantamento do Clube FII aponta que 16 fundos de fundos (Fofs) e cinco FIIs voltados para shoppings registraram ganhos médios de até 15,58%.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 4 minutos

Levantamento do Clube FII apontou que dos 111 fundos imobiliários do IFIX, 83 apresentam performance positiva em 2023, levando a um aumento médio de 3,01% – o mesmo percentual registrado pelo IFIX no período. O destaque ficou para os fundos de shoppings e os fundos que investem em outros fundos (Fofs), contabilizando valorização média de até 15,5%.Os dados levam em consideração a cotação no fechamento do pregão da sexta-feira (25).

Pelo menos 16 fundos de fundos e cinco FIIs voltados para shoppings registraram ganhos expressivos.

Já os fundos de recebíveis (CRIs) e do agronegócio tiveram rentabilidade média negativa no período, de pelo menos 2,5%. Veja os destaques abaixo:

Segmento#FIIsCom ValorizaçãoMédia
Shopping/Varejo5515,58%
Fundo de Fundos161615,56%
Logisticos17145,42%
Lajes Comerciais1184,21%
Híbrido1190,46%
Agronegócio41-2,51%
Recebíveis Imobiliários4428-2,52%
Outros32-5,08%
IFIX111833,01%
Levantamento Clube FII – Período: de janeiro a 25 de agosto de 2023

Segundo relatório da XP sobre o comportamento dos FIIs em ciclos de corte da taxa básica de juros, o Índice de Fundos de Investimentos Imobiliários (IFIX) e a Selic costumam apresentar movimentos em direções contrárias. Quando o cenário é de juros em alta, os fundos imobiliários tendem a apresentar desempenho menos favorável, e o contrário também acontece.

Nesse caso, mudanças na taxa Selic podem afetar o interesse dos investidores em fundos imobiliários e, portanto, o desempenho do IFIX. E com a redução da taxa em 0,50 ponto percentual para 13,25% ao ano, e a sinalização de mais cortes na ata do Banco Central após a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), os fundos imobiliários seguem ganhando tração.

FIIs com maiores ganhos no ano

O fundo que registrou o maior ganho no período analisado foi o Tellus Properties (TEPP11), com desempenho de 32,77% no acumulado do ano. Kinea Fundo de Fundos (KFOF11), Bresco Logística (BRCO11), RBR Alpha (RBRF11) e Bradesco Carteira Imobiliária Ativa (BCIA11) – todos fundos de “papel” – acumularam altas de 28,4% a 21,4%.

FundoNomeSegmentoVariação 2023
TEPP11Tellus PropertiesHíbrido32,77%
KFOF11Kinea Fundo de FundosRecebíveis Imobiliários28,49%
BRCO11Bresco LogísticaRecebíveis Imobiliários26,50%
RBRF11RBR Alpha Multiestratégia Real EstateRecebíveis Imobiliários24,44%
HGFF11CSHG Imobiliário FOFOutros22,46%
RBVA11Rio Bravo Renda VarejoLajes Comerciais21,91%
BCIA11Bradesco Carteira Imobiliária AtivaRecebíveis Imobiliários21,43%
HGBS11Hedge Brasil ShoppingHíbrido20,32%
CPFF11Capitânia REIT FOFLogisticos19,04%
JSAF11JS Ativos FinanceirosAgronegócio17,51%
Levantamento Clube FII – Período: de janeiro a 25 de agosto de 2023

Fundos de papel

Os fundos de papel, que investem em títulos de dívida imobiliária como os Certificados de Recebíveis (CRIs), Letras de Crédito Imobiliário (LCIs) e Letras Hipotecárias (LHs), tendem a se comportar de forma diretamente proporcional às mudanças na taxa de juros. Isso porque os recebíveis imobiliários indexados ao CDI (Certificado de Depósito Interbancário), que é uma taxa de juros que acompanha de perto a taxa Selic, em momentos de redução da taxa de juros, este fundos podem ter sua rentabilidade diminuída.

No entanto, segundo analistas, como as expectativas de cortes ainda indicam a taxa de juros até o final de 2024 na casa dos dois dígitos – o que é uma taxa ainda alta – o momento ainda segue favorável para os fundos do tipo.

“Os fundos indexados ao IPCA+ e aos de CDI+ ainda podem apresentar bons retornos para os cotistas, principalmente em ganhos de dividendos”.

MARIA FERNANDA VIOLATTI, EM RELATÓRIO DA XP

Violatti, da XP, aponta que outros fatores podem influenciar a rentabilidade desses fundos, como o prazo e a qualidade de crédito dos títulos que compõem o portfólio, as condições de mercado no momento do investimento e diversificação dos ativos do fundo, uma vez que esse último pode ajudar a reduzir o impacto da queda dos juros na rentabilidade total do fundo.

Veja também

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.