Siga nossas redes

Geral

Ficou sabendo? Volta da Samarco, treta de Musk e boom imobiliário

Mineradora retoma operações após 5 anos de tragédia em Mariana (MG); Caixa Econômica lidera financiamentos com 43,5% dos desembolsos

Reuters/Ricardo Moraes

Samarco retoma atividades após 5 anos da tragédia

A mineradora Samarco começou nesta quarta-feira (23) a retomar gradualmente suas operações, com atividades nos complexos de Germano, localizado em Mariana (MG), e Ubu, em Anchieta (ES), informou a Vale, uma das sócias na joint venture em parceria com a BHP.

A Samarco já havia informado que retomaria as atividades em dezembro, após extensos testes de comissionamento, “garantindo uma retomada segura após cinco anos” desde o rompimento de uma barragem de rejeitos de mineração, que matou 19 pessoas e foi considerado o pior desastre socioambiental do Brasil.

As operações da Samarco reiniciaram com capacidade de produção de 7-8 milhões de toneladas ao ano, com a utilização de um de seus três concentradores para beneficiamento de minério de ferro no Complexo de Germano e uma das quatro usinas de pelotização do Complexo de Ubu, representando 26% da capacidade produtiva da Samarco.

A Vale disse que a Samarco utilizará novos processos de disposição de rejeitos, “refletindo seu compromisso com a retomada sustentável e a segurança operacional”.

A Fundação Renova, responsável pela execução dos programas de reparação dos impactos socioambientais e socioeconômicos, pagou indenizações e auxílios emergenciais para mais de 321 mil pessoas, acrescentou a companhia.

CEO da Tesla, Elon Musk expõe racha com a Apple

O CEO da Tesla, Elon Musk, foi ao Twitter no fim da noite desta terça-feira (22) expor rachas entre sua companhia e a Apple.

Ele chamou de “estranha” a informação de que a concorrente pretende retomar projeto de lançar um carro elétrico até 2024 e revelou que não foi recebido pelo CEO da Apple, Tim Cook, quando quis vender a empresa para a outra gigante do Vale do Silício por 10% do valor atual de mercado, avaliado em US$ 607 bilhões.

De acordo com Musk, o aceno teria sido feito durante “os dias mais sombrios do programa Model 3”, nas palavras do executivo. Entre 2017 e 2018, a Tesla quase faliu ao tentar lançar o Model 3, hoje seu veículo mais vendido, em meio a dificuldades de atingir metas de produção e grandes despesas.

Financiamento imobiliário com recursos da poupança dispara 78% em novembro

O financiamento imobiliário no Brasil com recursos da caderneta de poupança atingiu 13,8 bilhões de reais em novembro, um salto de 77,9% em relação ao mesmo período de 2019, informou nesta quarta-feira a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip).

Mesmo tendo caído 0,2% na comparação com outubro, o desempenho do mês passado foi o segundo maior da série histórica iniciada em julho de 1994, em termos nominais, confirmando a força do setor, mesmo diante da crise provocada pela pandemia da Covid-19.

De janeiro a novembro, os empréstimos no setor para financiar a compra e construção de imóveis avançaram 52,1%, para 106,5 bilhões de reais, próximo do pico histórico registrado em 2014, de 112,85 bilhões de reais.

Em unidades financiadas, os empréstimos de novembro atenderam 46,2 mil imóveis, 1,5% a mais do que em outubro e 59,9% maior do que o apurado em novembro de 2019.

No acumulado do ano até novembro, foram financiadas 370,9 mil unidades, resultado 39,3% acima do de um ano antes.

Por instituições financeiras, a Caixa Econômica Federal liderou os desembolsos, com 43,5% do total, seguida por Bradesco (19,5%), Itaú Unibanco (18,6%), Santander Brasil (13%) e Banco do Brasil (3%).

*Com informações de Reuters e Agência Estado

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.

Últimas