Siga nossas redes

Geral

Ficou sabendo? Americanas unifica ações; menos proteínas para os brasileiros

21 de janeiro é o último dia de negociação de LAME3 e LAME4 na B3.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 3 minutos

americanas

76% dos brasileiros reduziram consumo de proteína

Uma pesquisa da Bare Internacional revela o impacto da inflação na qualidade de vida dos brasileiros.

Segundo um levantamento feito com 1053 pessoas durante o mês de novembro, 76% reduziram o consumo de proteína e 89% cortaram algum tipo de serviço.

Enquanto 40% dos entrevistados, que moram de aluguel, trocaram a residência e 60% dos empregados precisam fazer bicos para complementar a renda.

Em relação a alimentação, a pesquisa mostrou que 76% dos brasileiros estão consumindo proteínas de menor valor. Carnes nobres como picanha e filé mignon já não aparecem no prato da maioria dos entrevistados (em média 75%).

Enquanto 67% alegaram que não compram mais outros cortes de carne de boi.

O frango passou a ser a fonte mais consumida pela população (57%), seguido do ovo (19%) e peixes (15%), exceto salmão.

Para a gerente geral da Bare no Brasil, Tânia Alves há o temor do passado marcado pela hiperinflação. “As pessoas não apenas estão optando por produtos mais baratos, mas já começam a retomar antigos hábitos como o de estocar itens em promoção”, avalia. 

TCU pauta privatização da Eletrobras para a próxima quarta-feira (15)

A privatização da Eletrobras (ELET6) voltou a entrar na pauta do Tribunal de Contas da União (TCU). Segundo documento divulgado nesta sexta-feira (10), pelo Tribunal, a desestatização da estatal será analisada em sessão extraordinária na próxima quarta-feira (15) às 10 horas.

A privatização seria analisada na última quarta-feira, mas o relator, Aroldo Cedraz, tirou o processo de pauta.

A sessão da próxima quarta será a última do ano do TCU, que só volta a julgar processos na segunda quinzena de janeiro.

Acionistas da Americanas aprovam simplificação societária

A Americanas informou nesta sexta-feira que seus acionistas aprovaram a proposta para simplificar sua estrutura societária, com uma única ação listada na B3.

Segundo a varejista, a mudança vai melhorar a governança, aumenta a liquidez da ação, elimina o desconto de holding de LAME3 e LAME4 e facilita o entendimento da empresa pelo mercado.

Com a aprovação, o atual controlador da Lojas Americanas passará a ser um acionista com 29,5% do capital da Americanas , abrindo mão do controle sem cobrar prêmio por isso.

A combinação dos papéis se dará por meio da distribuição das ações AMER3 detidas por Lojas Americanas para os acionistas de LAME3 ou LAME4 em igual proporção.

Cada ação de LAME3 ou LAME4 será convertida em 0,188964 ação AMER3. Agora, o estatuto social passou a incluir uma ‘poison pill’, com gatilho de participação de 15%.

Com isso, 21 de janeiro é o último dia de negociação de LAME3 e LAME4 na B3.

Veja também

  • VIIA3 (e varejistas) em queda livre. Até quando?
  • Banco do Brasil, Itaú, Bradesco… Por que as ações dos bancos estão caindo?
  • ‘Vaca Magra’ substitui estátua de ‘Touro de Ouro’ em frente à B3
  • Petrobras não é ‘toda poderosa’ na formação de preço da gasolina, diz diretor

*Com informações da Reuters e Agência Estado

Compre Ações em apenas 3 cliques e aproveite taxa ZERO de corretagem! Invista já

Anúncio Patrocinado Super Week Temporada de balanços Super Week Temporada de balanços
ANÚNCIO PATROCINADO      Conheça a carteira recomenda de dividendos

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Anúncio Patrocinado Carteira Top 10