Siga nossas redes

Geral

Ficou Sabendo? BR Malls terá caixas eletrônicos cripto; arresto de bens da Vale

Ministério Público de Minas Gerais pediu à Justiça arresto cautelar de bens da Vale e BHP Group no valor de R$ 50,7 bilhões.

Publicado

em

por

InvestNews
Vale
Logo da mineradora brasileira Vale no edifício-sede da companhia no Rio de Janeiro REUTERS/Pilar Olivares/File Photo

BR Malls terá caixas eletrônicos de criptomoedas

A BR Malls (BRML3), maior rede de shoppings do Brasil, terá caixas eletrônicos de criptomoedas. Serão instaladas 15  máquinas para a negociação de criptos em oito cidades do Brasil.

Na capital paulista, os shoppings que contarão com a novidade, são: Mooca Plaza, Jardim Sul, Villa Lobos e Metrô Santa Cruz.

Na capital fluminense, o caixa eletrônico de bitcoin será colocado no Shopping Tijuca.

MP pede arresto de bens da Vale e BHP no valor da dívida da Samarco de R$ 50,7 bi

O Ministério Público de Minas Gerais pediu à Justiça o arresto cautelar de bens das mineradoras Vale (VALE3) e BHP Group no valor dos créditos listados pela sua joint venture Samarco no pedido de recuperação judicial, de R$ 50,7 bilhões, segundo documento judicial visto pela Reuters.

A Samarco pediu recuperação judicial em abril, pois não conseguiu reestruturar sua dívida após o rompimento de uma barragem em Mariana (MG) em 2015, que deixou 19 pessoas mortas e liberou uma onda gigante de rejeitos.

Do valor total da dívida reportada pela Samarco na recuperação judicial, cerca de R$ 24 bilhões são devidos às suas donas, sendo parte dos créditos concedidos para que a joint venture pudesse fazer frente aos compromissos de reparação devido ao desastre.

“A finalidade desta ação não é o ressarcimento do dano socioambiental… mas, sim, a desconsideração da personalidade jurídica da Samarco para que as suas controladoras respondam, com seus bens, pelo passivo submetido ao processo de recuperação judicial que… foi usado como instrumento de manobra pelas acionistas Vale e BHP”, disse o MP no documento.

Os promotores disseram ainda que as acionistas “não têm o direito, após a ocorrência de tantos prejuízos à controlada e à sociedade… de se valer da diminuta Samarco (em comparação às controladoras), utilizando-se ainda das benesses previstas no instituto da recuperação judicial, tudo como forma de se escusarem de suas responsabilidades perante o passivo gerado com a paralisação da controlada”.

Procuradas nesta quarta-feira, a Vale e a Samarco informaram que ainda não foram notificadas e que deverão se manifestar nos autos.

A Samarco adicionou que “o ajuizamento da Recuperação Judicial foi a alternativa encontrada para a empresa manter sua função social, os empregos e benefícios para as comunidades de Minas Gerais e do Espírito Santo, por meio da geração de impostos, além de possibilitar a manutenção das ações de reparação e compensação de danos relativos ao rompimento da barragem de Fundão”.

Já a BHP não respondeu imediatamente a pedidos de comentários.

Xi Jinping pede aos ricos que reduzam desigualdades na China

O presidente chinês Xi Jinping fez um apelo aos mais ricos do país. Ele pediu uma redistribuição “razoável” das riquezas que “beneficie a todos” – ou seja: que a desigualdade seja reduzida.

Apesar do pedido, o governo chinês pretende tomar medidas para aumentar os ingressos dos grupos de baixa renda e ajustar as rendas excessivas. Em 2020 o país erradicou oficialmente a pobreza absoluta.

*Com informações da Reuters

Veja também

Compre Ações em apenas 3 cliques e aproveite taxa ZERO de corretagem! Invista já

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!