Siga nossas redes

Geral

Ficou Sabendo? QuintoAndar agora vale US$ 4 bi, TikTok em conflito e Petrobras

Startup especializada em aluguel é a segunda maior no ecossistema brasileiro, atrás apenas do Nubank.

Publicado

em

por

InvestNews
Quinto Andar / Divulgação

QuintoAndar levanta US$ 300 milhões e passa a valer US$ 4 bilhões

O QuintoAndar, startup especializada em aluguel e venda de imóveis, anuncia hoje um aporte de US$ 300 milhões, o que eleva seu valor de mercado para US$ 4 bilhões (R$ 21 bilhões). Segundo especialistas, a rodada faz da empresa uma das maiores startups de capital fechado do ecossistema brasileiro – o líder isolado é o Nubank, com US$ 25 bilhões (R$ 132 bilhões).

O investimento foi liderado pelo fundo Ribbit. Com o cheque, além de expandir equipe e continuar investindo em tecnologia na plataforma, o QuintoAndar pretende iniciar as operações no México.

TikTok e violações dos direitos de consumidores na UE

O TikTok recebeu um mês para responder a várias reclamações de grupos de consumidores da União Europeia de que supostamente violou leis do bloco e também supostamente não protegeu crianças da publicidade oculta e conteúdo inapropriado.

A Comissão Europeia disse nesta sexta-feira (28) que lançou um diálogo formal com o TikTok e grupos de consumidores nacionais para revisar as práticas e políticas comerciais da empresa.

O Comissário Europeu da Justiça, Didier Reynders, disse que a maior digitalização provocada pela pandemia de Covid-19 criou novos riscos, em particular para os consumidores vulneráveis. “Na União Europeia, é proibido mirar crianças e menores com publicidade disfarçada, como banners em vídeos”, afirmou em um comunicado.

Petrobras Bolívia é condenada a pagar indenização de US$ 61,1 milhões

A Petrobras informou nesta sexta-feira que sua subsidiária na Bolívia foi condenada a pagar uma indenização de US$ 61,1 milhões pelo uso da propriedade onde está localizado o campo de San Alberto, em sentença que também impôs medidas cautelares à unidade da petroleira naquele país.

“Na decisão judicial, um suposto proprietário da área ocupada pelo bloco San Alberto foi contemplado com uma indenização por uso da propriedade, calculada a partir de 1996, quando as operações do bloco foram iniciadas”, disse a Petrobras em comunicado.

A estatal alega, porém, que desde o início das atividades no local sua subsidiária na Bolívia celebrou acordos com diversas comunidades camponesas que, segundo o instituto de reforma agrária do país, seriam as legítimas proprietárias da terra.

Veja também:

• Após vaivém com IPO, Dotz estreia ações na B3 nesta segunda-feira.
• Prazo para declarar o IR 2021 termina nesta segunda; veja o que fazer.
Inflação EUA 2021: como se proteger e por que ela pode afetar o Brasil?
Privatizações: o que são? Como funcionam? Afinal, privatizar é bom ou ruim?

*Com informações da Reuters e Agência Estado

Investir é mais fácil do que você imagina. Aqui tem o investimento ideal para o seu perfil. Vem pro Nu invest!

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!