Siga nossas redes

Geral

Petrobras aprova R$ 24,6 bilhões em dividendos e JCP, acima do previsto

Conselho da companhia determinou que diretoria executiva elabore proposta de aperfeiçoamento da política de remuneração dos acionistas.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 2 minutos

A Petrobras (PETR4 e PETR3), que divulga balanço após o fechamento do mercado, informou na tarde desta quinta-feira (11) que seu conselho de administração aprovou o pagamento de distribuição de proventos no valor de R$ 1,893 por ação, o que totalizará R$ 24,6 bilhões.

O valor supera expectativas do mercado. A Ativa Investimentos, por exemplo, projetava R$ 16,4 bilhões ou R$ 1,26 por ação.

A quantia se refere à antecipação relativa ao exercício de 2023, declarada com base no balanço de 31 de março de 2023 (dividendos e juros sobre capital próprio intercalares).

Pagamento

A remuneração aos acionistas será paga em duas parcelas nos meses de agosto e setembro. Para quem tem ações da B3, a primeira parcela, no valor de R$ 0,946788 por ação, será paga em 18 de agosto de 2023, enquanto a segunda, no valor de R$ 0,946789, será paga em 20 de setembro de 2023.

Já os detentores de detentores de ADRs (recibos de ações) negociados na New York Stock Exchange (Nyse) receberão os pagamentos a partir de 25 de agosto de 2023 e 27 de setembro de 2023.

A companhia reiterou em comunicado que o montante está alinhado à política de remuneração aos acionistas vigente, que prevê que, em caso de endividamento bruto inferior a US$ 65 bilhões, a companhia deverá distribuir aos seus acionistas 60% da diferença entre o fluxo de caixa operacional e as aquisições de ativos imobilizados e intangíveis (investimentos).

Data de corte

A data de corte para comprar as ações com direito a receber os proventos será no dia 12 de junho de 2023 para os detentores de papéis negociadas na B3 e 14 de junho para os detentores de ADRs (recibos de ações) negociados na New York Stock Exchange (Nyse).

As ações da Petrobras serão negociadas ex-direitos na B3 e na NYSE a partir de
13 de junho de 2023.

Ajuste de política de remuneração

Adicionalmente, a empresa informou que seu conselho determinou que a diretoria executiva elabore proposta de ajuste do planejamento estratégico em curso e aperfeiçoamento da política de remuneração aos acionistas, incluindo a possibilidade de recompra de ações, e submeta essas matérias para deliberação do conselho de administração antes do encerramento do mês de julho de 2023.

Veja também

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.