Siga nossas redes

Negócios

CSN encerra em alta superior a 9%; BR Properties recua mais de 4%

Eletrobras também teve dia positivo depois do aval do TCU para privatizar a empresa.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 3 minutos

CSN
CSN em Volta Redonda 16/1/2009 REUTERS/Fernando Soutello

As ações da CSN encerraram o pregão desta quinta-feira (19) com as maiores as altas do principal indicador da B3, o Ibovespa, em meio à aprovação de um programa de recompra de ações.

A mineradora Vale e a petroleira Petrobras também encerraram no positivo, assim como a gigante de energia Eletrobras após o Tribunal de Contas da União (TCU) dar o aval para a privatização da empresa. 

Na outra ponta do indicador, os papéis da rede de lojas para itens de amimais de estimação Petz e os da operadora de planos de saúde Hapvida fecharam com as maiores quedas, com recuo de 5,20% e 4,11%, respectivamente.

Fora do Ibovespa, a construtora de imóveis comerciais e industriais BR Properties terminou com desvalorização em meio anúncio de um acordo para venda de edifícios e participações em empreendimentos imobiliários, após a empresa disparar na véspera. Confira os destaques registrados registrados no dia:

CSN

As ações da CSN Mineração (CMIN3) dispararam 9,07%, para R$ 4,45, enquanto os papéis da Companhia Siderúrgica Nacional (CSNA3) subiram 7,2%, a R$ 18,90. Ambas as companhias aprovaram programas de recompra de ações.

Enquanto a Companhia Siderúrgica Nacional vai recomprar até 58 milhões de ações, o equivalente a 9,84% dos papéis em circulação da companhia, a CSN Mineração recomprará até 106 milhões de ações, o correspondente a 9,93% dos ativos em circulação.

A Petrobras também terminou com ganhos em meio ao avanço dos contratos futuros do petróleo Brent.

Confira o desempenho de outras empresas de commodities na bolsa:

TickerCotação em R$Variação em %
PRIO3 24,87-1,23
PETR3 37,150,84
GGBR321,30,95
RRRP3 41,831,14
PETR4 34,171,7
USIM3 10,372,37
GGBR4 27,052,62
VALE3 79,852,66
USIM5 10,915,11
CSNA3 18,97,2

Eletrobras

O papel preferencial da Eletrobras ELET6 subiu 2,54%, para R$ 43,20, enquanto a ação ordinária ELET3 avançou 3,03%, a R$ 43,88. A valorização ocorre após o Tribunal de Contas da União (TCU) dar o aval, por sete votos a um, à privatização da companhia. O cronograma da operação deve ser definido até o começo da próxima semana e a oferta pode sair até 15 de junho, segundo a agência Reuters.

Hapvida

A Hapvida (HAPV3) caiu 4,11%, para R$ 6,53, no topo das quedas do pregão. A empresa divulgou nesta semana seu balanço financeiro.

BR Properties

A BR Properties (BRPR3) declinou 4,73%, para R$ 9,26, após anunciar acordo para venda de uma série de edifícios e participações em empreendimentos imobiliários por R$ 5,92 bilhões ao grupo canadense Brookfield. Ações dispararam 5,7% na véspera, após notícia sobre a operação no final do pregão.

Veja também

Invista nas maiores empresas do mundo sem sair de casa e sem pagar taxa de corretagem! Invista em BDR

Anúncio Patrocinado Probabilidades Samy Dana Probabilidades Samy Dana
ANÚNCIO PATROCINADO      Carteira de Dividendos Julho

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Anúncio Patrocinado Cripto no App Nu