Siga nossas redes

Negócios

Ocean Pact faz acordo coletivo de trabalho com impacto de R$ 2,7 milhões por mês

Ações da companhia caem mais de 25%.

Publicado

em

A Ocean Pact (OPC3), empresa focada em soluções nas áreas de meio ambiente, operações submarinas e apoio logístico, informou nesta segunda-feira (26) que celebrou acordo coletivo de trabalho (ACT) com o Sindicato Nacional dos Oficiais da Marinha Mercante (Sindmar). Segundo a companhia, ao somar outros acordos ainda em negociação, o impacto no custo mensal de pessoal ficará próximo a R$ 2,7 milhões.

De acordo com a empresa, o ACT, que terá vigência de dois anos, confere um reajuste salarial aos trabalhadores considerando a correção integral da inflação (medida pelo INPC), entre fevereiro de 2016 e janeiro 2021, correspondente a 36,28%, que incidirá sobre as tabelas do acordo coletivo de trabalho anterior (referente a 2014/2016). Além disso, ficará assegurada, para o segundo ano de vigência, a correção pelo INPC apurado no primeiro ano.

A empresa informou ainda que o acordo abrange os oficiais e eletricistas que trabalham em suas embarcações e que é o primeiro a negociar diretamente com o Sindmar.

A companhia é filiada ao Syndarma/Abeam, que, até então, negociava os acordos em nome das empresas filiadas.

Um pouco antes do encerramento do pregão, as ações da companhia registravam queda de 25%, negociadas a R$ 5,24.

Veja também

  • Bitcoin dispara mais de 12% após rumores de que Amazon aceitará moeda digital
  • China muda regras em aulas particulares e coloca bilhões de dólares em jogo
  • Ofertas de ações com reserva antecipada crescem na bolsa; entenda
  • Taxa Selic: por que o Banco Central precisa elevar os juros da economia
  • Agrogalaxy chega a cair mais de 20% em dia de estreia; Livetech tem leve recuo
  • De Rede D’Or a Meliuz: as 7 ações cotadas para o Ibovespa

Invista seu dinheiro no investimento mais seguro do mercado a partir de R$ 36. Invista em Tesouro Direto!

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!