Siga nossas redes

Cafeína

De Rede D’Or a Meliuz: as 7 ações cotadas para o Ibovespa

A primeira prévia da nova carteira do Ibovespa, que passará a valer a partir de setembro, será anunciada no dia 2 de agosto

Publicado

em

A primeira prévia da nova carteira do Ibovespa, que passará a valer a partir de setembro, será anunciada no dia 2 de agosto. Na avaliação do Bank of America, sete ações estão cotadas para entrarem no principal índice da bolsa brasileira.

A mais provável delas é a preferencial do Banco Inter (BIDI11). Já as demais que estão no radar são: Rede D’Or (RDOR3), Petz (PETZ3)Alpargatas (ALPA4) e Banco Pan (BPAN4), que, na visão dos estrategistas do banco, podem atender aos requisitos para fazerem parte da carteira do Ibovespa, segundo suas estimativas.

Além das 5 ações, os papéis de Duratex (DTEX3) Méliuz (CASH3) também podem engrossar o Ibovespa. Porém, como essas companhias ainda não atendem aos critérios de entrada no índice, nada impede que alcancem até o final de agosto. Mas isso depende do volume negociado pelas duas companhias permanecer pelo menos estável.

Para o Bank of America, nenhum ativo que já integra o Ibovespa deve ser excluído, o que levaria o índice a ter 91 papéis. Mas isso considerando a hipótese de que todos os sete sejam inseridos. Esse número seria então um novo recorde na história do Ibovespa.

Balanceamento do Ibovespa impacta as ações

A questão que fica, é: com o balanceamento, as ações que entram ou que saem do índice podem ser impactadas. Isso porque as ações incluídas no Ibovespa são alvo de compra por parte dos fundos, o que aumenta as negociações. E isso pode causar um aumento de preço temporário. Além disso, os fundos passivos e ETFs, (fundos que buscam replicar o retorno do índice, passam a comprar exatamente as ações que foram adicionadas ao Ibovespa. E isso tende a puxar os preços para cima com o tempo.

Os investidores em geral também passam a olhar mais para esses ativos, o que tende a elevar a liquidez dos papéis. E isso também ajuda em uma possível alta de preços.

Este conteúdo é de cunho jornalístico e informativo e não deve ser considerado como oferta, recomendação ou orientação de compra ou venda de ativos.

Seja sócio das maiores empresas do Brasil com corretagem ZERO! Invista em Ações

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!