Siga nossas redes

Negócios

UBS negocia com autoridades suíças proteções para compra do Credit Suisse

O UBS afirmou que estava em negociações com autoridades suíças sobre as proteções contra prejuízos relacionados à compra do Credit Suisse e sobre exigências de capital regulatório.

Publicado

em

por

Tempo médio de leitura: 2 minutos

REUTERS/Arnd Wiegmann

O UBS afirmou na noite de terça-feira (23) que estava em negociações com autoridades suíças sobre as proteções contra prejuízos relacionados à compra do Credit Suisse e sobre exigências de capital regulatório.

A divulgação ressalta como alguns aspectos da união entre os dois bancos, organizada às pressas em um fim de semana em meados de março pelo governo suíço para evitar uma crise bancária mais ampla, ainda precisam ser resolvidos.

Na época, o governo suíço concordou em arcar com até 9 bilhões de francos suíços (10,12 bilhões de dólares) em possíveis prejuízos decorrentes do acordo e ofereceu assistência de liquidez de até 100 bilhões de francos suíços. No entanto, um acordo definitivo de proteção contra perdas continua em negociação, disse o UBS.

O UBS disse no documento que espera que os principais termos do acordo de proteção sejam acordados antes que a aquisição do Credit Suisse seja concluída.

O banco afirmou que também está em conversações com o órgão regulador suíço Finma sobre “certas exigências de capital prudencial, medidas de ativos ponderados pelo risco e outras exigências de capital e liquidez para a empresa combinada”. No entanto, a instituição não espera que elas sejam finalizadas antes do fechamento do negócio.

O UBS disse que espera concluir a aquisição do Credit Suisse até o início de junho.

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.