Siga nossas redes

Negócios

Vivo cria fundo de R$ 320 milhões para investir em startups

Chamado de Vivo Ventures, o fundo buscará, ao longo dos próximos cinco anos, entre 12 e 20 startups.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 2 minutos

Prédio matriz da Telefonica Brasil, em São Paulo, onde opera sob a marca Vivo. 30/6/2010. REUTERS/Nacho Doce

A empresa de telecomunicação Vivo, marca que pertence à Telefônica Brasil (VIVT3), anunciou a criação de um fundo que irá investir R$ 320 milhões em startups brasileiras com soluções nas áreas de entretenimento, casa inteligente, marketplace, saúde, finanças e educação.

Chamado de Vivo Ventures, o fundo buscará, ao longo dos próximos cinco anos, entre 12 e 20 startups em estágio de “growth” (preferencialmente rodadas séries A ou B), com investimento médio de R$ 20 milhões.

“O Vivo Ventures vem para acelerar o nosso posicionamento como hub digital, pois é uma iniciativa que nos aproxima ainda mais do ecossistema de inovação aberta, possibilitando investimentos e parcerias com startups para que possamos oferecer ainda mais benefícios e serviços inovadores para nossos clientes”, disse Rodrigo Gruner, diretor de inovação e novos negócios da Vivo, em nota.

A Vivo informou em comunicado que a Wayra, hub de inovação criado em 2012 pela empresa, seguirá investindo em startups preferencialmente em rodadas pré-seed e seed (estágio inicial e de estruturação de produto). Em 2021, foram gerados aproximadamente R$ 70 milhões em negócios entre a companhia e as startups do portfólio da Wayra.

Compre Ações em apenas 3 cliques e aproveite taxa ZERO de corretagem! Invista já

Anúncio Patrocinado Probabilidades Samy Dana Probabilidades Samy Dana
ANÚNCIO PATROCINADO      Carteira de Dividendos Julho

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Anúncio Patrocinado Cripto no App Nu