Siga nossas redes

Negócios

Ativos sob custódia da XP crescem 23% no 4º tri para R$ 815 bi

A captação líquida da XP foi de R$ 48 bilhões no quarto trimestre, crescimento de 29% contra o trimestre imediatamente anterior.

Publicado

em

por

Tempo médio de leitura: 2 minutos

sede XP
Sede da XP Investimentos, em São Paulo (SP) 11/12/2019 REUTERS/Amanda Perobelli

A XP teve aumento de 23% nos seus ativos sob custódia no quarto trimestre frente ao mesmo período de 2020, alcançando montante de R$ 815 bilhões, segundo dados preliminares divulgados pela empresa nesta terça-feira.

O crescimento foi de 3% em comparação com o terceiro trimestre.

A base de clientes ativos também cresceu 23% em comparação anual, para 3,416 milhões, enquanto na comparação mensal a alta foi de 4%.

“A média mensal de adição líquida de clientes caiu 23% de 52.000 no terceiro trimestre para 40.000 no quarto trimestre, impactada principalmente por uma menor ativação na Clear, dada o fraco ‘momentum’ no mercado de ações”, disse a XP.

A captação líquida da XP foi de R$ 48 bilhões no quarto trimestre, crescimento de 29% contra o trimestre imediatamente anterior.

No ano, a captação líquida total foi R$ 230 bilhões, crescimento de 16% frente a 2020, enquanto a captação líquida ajustada por custódias concentradas total foi de R$ 176 bilhões, crescimento de 25% em comparação anual.

Veja também

  • Stock picking: a arte de escolher ações com bons fundamentos — em ano eleitoral
  • CEO do Fleury: ‘Queremos cuidar mais da saúde e não só da doença’
  • Positivo, Locaweb e Méliuz começam o ano tropeçando. O que esperar?
  • Nubank tem maior fundo multimercado do Brasil em número de cotistas
ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.