Siga nossas redes

Análise

Morning Call: coronavírus não intimida os mercados, que sobem nesta manhã

Os principais fatos que podem impactar os mercados hoje e um breve resumo do fechamento das bolsas na semana passada.

Publicado

em

Destaques:

  • Neste início de semana, os aumentos de casos relacionados ao coronavírus nos EUA não intimidam os mercados, que sobem nesta manhã;
  • Mas não há euforia, porque nesta semana começa a temporada dos balanços das companhias americanas, com o setor bancário mostrando seus números (JP Morgan, Citi, Morgan Stanley e Goldman Sachs);
  • Há instantes, o contrato futuro do S&P 500 subia em torno de (+0,40%), Nasdaq (+0,58%) e o índice europeu Stoxx 600 avança em torno de (+0,57%).

* Conheça o canal gratuito do Espaço Trader Easynvest no Telegram totalmente dedicado à Renda Variável. Tudo que você precisa para tomar as melhores decisões de investimentos, na palma da sua mão! Clique aqui

Brasil:

  • Na sexta-feira, o tom positivo vindo do exterior diante de avanços na vacina e tratamento contra a covid-19 e dados que mostram recuperação da indústria na Europa (França e Itália) impulsionaram a bolsa brasileira;
  • A inflação não trouxe surpresas (IPCA de +0,26% em junho), o que não fecha a porta para novos cortes da taxa básica de juros (Selic);  
  • Cotação: o Ibovespa fechou em alta de (+0,88%), aos 100.031,83 pontos, com volume financeiro de R$ 24,1 bilhões. Na semana, o IBOV subiu (+3,38%) e no mês acumula alta de (+5,23%).

Análise Gráfica – IBOV: 

  • No gráfico diário do índice Bovespa, ao fechar acima dos 100 mil pontos (nível de 6 de março), a tendência principal continua de alta e sem sinais de uma possível reversão. O próximo objetivo do IBOV está em torno dos 109 mil pontos, topo formado na cotação máxima do dia 03 de março;
  • Resistência: 100.000 (nível que a força vendedora pode se intensificar)
  • Suporte: 93.300 (nível que a força compradora pode se intensificar)

EUA: 

  • Na final da semana passada, absorvendo os recorde de casos de coronavírus em 24 horas nos Estados Unidos, o mercado acionário se apoiou no avanço dos estudos de vacinas contra a covid-19, como as desenvolvidas pela Gilead (+2,17%), e pela Pfizer (+1,11%) em conjunto com a BioNtech (+7,32%);
  • Cotação: o S&P 500 fechou em alta de (+1,05%), a 3.185,04 pontos e a Nasdaq fez nova máxima histórica de fechamento aos 10.617,44 pontos (+0,66%).

Europa: 

  • Na sexta-feira, as bolsas europeias fecham em alta com bons dados econômicos e avanço de vacinas;
  • A produção industrial da Itália saltou 42,1% em maio ante abril, superando de longe a projeção (+18,2%). Na França, a reabertura fez a produção industrial crescer 19,6% em maio, ante a projeção de 12,5%;
  • Cotação: a bolsa de Frankfurt subiu (+1,09%), Londres (+0,78%), Paris (+1,01%) e Madri (+1,11%).  

Ásia:  

  • Mais cedo, expectativa com abertura da temporada de resultados corporativos nos EUA puxou a alta das bolsas asiáticas;
  • Cotação: Xangai avançou (+1,77%), Nikkei (+2,22%), Kospi de Seul (+1,67%) e Hong Kong subiu (+0,17%).

Dólar:

  • Cotação: na semana passada, o dólar comercial fechou aos R$ 5,32. Na semana subiu em torno de (+1,80%) e no mês de julho avança (+2,74%). 

Commodities:

  • Petróleo: o Brent para setembro recua em torno de (-1,85%), cotado a US$ 42,40 por barril;
  • Ouro: sobe em torno de (0,64%), cotado a US$ 1.813,45 a onça-troy.

Indicadores:
Brasil:

  • Boletim Focus (Banco Central)
  • Balança Comercial Semanal

EUA:

  • Resultado Fiscal (Departamento do Tesouro)

* Esse é um conteúdo de análise de um especialista de investimentos da Easynvest, sem cunho jornalístico. 

Proteja seu patrimônio das variações cambiais ou ganhe dinheiro com elas. Invista em Contratos de Dólar pela Easynvest!

Anúncio Patrocinado Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente. Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente.

O InvestNews é um canal de conteúdo multiplataforma que oferece a cobertura diária de notícias e análises sobre economia, investimentos, finanças, mercado financeiro, educação financeira, projeções, política monetária e econômica. Tudo o que mexe com o seu dinheiro você encontra aqui, com uma linguagem simples e descomplicada sobre o mundo da economia e dos investimentos.