Siga nossas redes

Cafeína

Fundos imobiliários de shoppings vão às compras para renovar portfólio

Neste Cafeína, Samy Dana e Dony De Nuccio fazem um raio-x dos fundos imobiliários que estão renovando o portfólio para agregar valor aos cotistas.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 2 minutos

Depois de passar por grandes problemas por causa da pandemia, o setor de shoppings tem uma boa expectativa de crescimento, segundo agentes do mercado.  O que tem levado fundos imobiliários do setor a aumentar suas participações nesses empreendimentos. 

Importantes players, como, XP, Vinci, HSI e Hedge estão fazendo aquisições ou comprando participações minoritárias em shoppings que foram colocados à venda. Os especialistas acreditam que os fundos imobiliários enxergam nos shoppings uma possibilidade de gerar valor para o investidor com a retomada do crescimento econômico e do consumo por parte dos brasileiros que preferem as compras em lojas físicas.

Do outro lado, as operadoras de shoppings não querem adquirir elas mesmas essas fatias que estão agora disponíveis. O motivo é evitar a alavancagem para não ficar sem dinheiro que poderia ser usado para expansão, por exemplo. Assim, o próximo passo do setor que quer crescer é ver esse movimento de compra de participações feita pelos fundos imobiliários.

Um exemplo é a XP Malls (XPML11) que vai aumentar sua participação no shopping Cidade Jardim, em São Paulo. Hoje eles tem 17% e devem aumentar ainda mais sua participação. A Multiplan, outro grande destaque, deve avançar no nordeste e apostar em unidades já existentes e consolidadas.

Neste Cafeína, Samy Dana e Dony De Nuccio fazem um raio-x dos fundos imobiliários que estão renovando o portfólio para agregar valor aos cotistas.

Veja também

Este conteúdo é de cunho jornalístico e informativo e não deve ser considerado como oferta, recomendação ou orientação de compra ou venda de ativos.

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.