Siga nossas redes

Bitcoin (BTC)

19.417,24
Dólares (USD - U$)
1,96% Variação (24h)
28.2 bilhões Volume (24h)
368.2 bilhões Market Cap

O que é o bitcoin?

O bitcoin foi a primeira moeda virtual a ser criada no mundo. Formada por um código, também foi a primeira criptomoeda descentralizada, ou seja, que não é regulada por terceiros e pode ser comercializada sem intermediários 24 horas por dia e 7 dias por semana. Além disso, a moeda digital é limitada a 21 milhões de bitcoins até 2140 e não pode ser produzida como o dinheiro físico.

Considerada a criptomoeda mais valiosa do mundo, o bitcoin é usada para compras de produtos e serviços oferecidos exclusivamente na internet. O ativo virtual surgiu em 31 de outubro de 2008 quando um criador que usou o pseudônimo de Satoshi Nakamoto enviou um e-mail para uma lista de pessoas interessadas em criptografia para oferecer a moeda.

Como é feita a cotação do bitcoin?

A cotação do bitcoin é baseada na lei da oferta e da demanda. Ou seja, os investidores determinam o quanto estão dispostos a pagar pela criptomoeda. Com isso, o preço encarece quando a demanda aumenta, e diminui quando a oferta é menor.

O bitcoin é uma moeda autônoma e descentralizada, ou seja, não sofre interferência dos governos ou instituições bancárias. No entanto, o bitcoin também sofre influência das leis de mercado e segue o cenário financeiro global.

Qual foi o valor inicial do bitcoin?

O valor inicial do bitcoin, quando foi feita a sua primeira transação, era de apenas alguns centavos de dólar. O preço é conectado em todo o mundo e normalmente é cotado em dólar. Mas o ativo chega a ser negociado em reais em corretoras brasileiras.

A News Liberty Standard foi o primeiro lugar para se negociar a criptomoeda no mundo e responsável por estabelecer o primeiro valor da criptomoeda. Em 5 de outubro de 2009, o desenvolvedor definiu que US$ 1 era equivalente a 1.309,03 BTC, o que indicava que cada bitcoin custava US$ 0,00764.

Onde comprar bitcoin?

O local mais seguro para comprar a criptomoeda é em corretoras especializadas, durante 24 horas por dia e 7 dias por semana.

No entanto, é possível comprar a moeda de terceiros. Nesse caso, especialistas recomendam cautela, já que aumenta o risco de fraudes.

É seguro investir em bitcoin? Saiba como avaliar

O ativo virtual usa uma tecnologia conhecida como blockchain, que funciona como uma cadeia de registros que fazem transações descentralizadas e autônomas, registrando todas as transações que ocorrem pelo mundo. Essas informações armazenadas em blocos são protegidas por um código exclusivo. As operações de compras e vendas de bitcoins não dependem apenas de um servidor, mas de um sistema aberto a todos os usuários. Ou seja, do ponto de vista de segurança tecnológico, é seguro investir na criptomoeda.

Em relação ao mercado financeiro, o bitcoin é um ativo volátil, cuja cotação oscila muito. No entanto, o ativo não vai acabar e deve crescer exponencialmente ao longo dos anos.

ANÚNCIO PATROCINADO Criptonews   Veja as chances de cada time na Copa