Siga nossas redes

MercadoLibre

58,39 Reais (BRL - R$)
57,34 Mínimo (Dia)
59,62 Máximo (Dia)
Fechamento Anterior: 0,00
Abertura: 59,09

É uma empresa de varejo digital da América Latina, e uma das maiores do mundo nesse setor. O MercadoLivre (MELI34) é uma empresa argentina fundada em 1999. No Brasil, tem como concorrentes empresas como Magazine Luiza (MGLU3), Americanas (AMER3) e Via Varejo (VIIA3).

Além do portal mercadolivre.com, a plataforma através da qual vendedores dispõem seus produtos, a empresa também capitaliza através de serviços para os vendedores (chamados “sellers” no mercado de varejo digital). É o caso do MercadoPago, divisão de pagamentos da empresa, do MercadoAds, divisão de anúncios da plataforma, e do Mercado Envios, responsável pelo serviço de frete dos produtos.

História do Mercado Livre

Fundado por Marcos Galperín em 1999 como resultado de seu MBA na Universidade de Harvard, o MercadoLivre passou por duas rodadas de investimento antes de seu lançamento oficial, em 2001. Um foi em 1999 e o outro, em 2000. O Banco Santander (SANB11), JP Morgan e o Goldman Sachs foram alguns dos patrocinadores.

Expansão

Ainda em 2001 o Mercado Livre começou sua expansão para o Brasil. Entre 2005 e 2007, a empresa expandiu para Colômbia, Equador, México, Peru, Porto Rico, Uruguai, Venezuela, Costa Rica, Panamá e República Dominicana. Em 2007 realizaram seu IPO na Nasdaq, levantando cerca de US$ 300 milhões.

Entre 2011 e 2020 a companhia realizou a aquisição de concorrentes e empresas do ramo de anúncios digitais nos países onde entrou. Somada a aquisição, uma estratégia de financiamento de empresas de tecnologia que utilizassem o código aberto do MercadoLivre favoreceu a inovação da empresa ao longo da América Latina.

Recordes

O MercadoLivre teve no ano de 2021 recordes operacionais e de lucro em todas as suas frentes de negócio. O impulsionamento da plataforma durante a pandemia, acompanhado da abertura de novos centros de distribuição ao longo de 2020 em países da América Central, favoreceu os números.

Quem são os acionistas da MELI34?

De acordo com dados da Nasdaq, em 2022 as ações estavam divididas em:

  • 80% investidores institucionais;
  • 17,7% investidores pessoas físicas;
  • 2,3% investidores internos (funcionários).

Dentre os principais detentores de ações do MercadoLivre, os seguintes investidores institucionais possuem participação no negócio:

  • Baillie Gifford Co, com 10% das ações;
  • Capital Research Global Investors, com 8,31% das ações;
  • Morgan Stanley, com 5,95% das ações;
  • Jennison Associates LLC, com 4,89% das ações;
  • Jpmorgan Chase Co, com 3,29% das ações .

O MercadoLivre distribuiu dividendos?

No Brasil, os papéis do MercadoLivre são listados como BDRs na B3 (B3SA3), sob o ticker MELI34. Na Nasdaq, as ações são negociadas com o ticker MELI. 

Os papéis MELI34 não realizaram distribuições de dividendos desde seu IPO, em 2007. Já as ações MELI realizaram distribuições entre os anos 2011 e 2017, quando houve a última distribuição de dividendos, no valor de U$ 0,15, a um DY de 0,19% na época.

*Conteúdo foi atualizado em setembro de 2022*