Siga nossas redes

Finanças

Ações da China e Hong Kong despencam por restrições regulatórias

As movimentações aconteceram após o anúncio de novas regras que impedem tutoria para lucro.

Publicado

em

por

Reuters
Telão xangai ibovespa
Telão em Xangai mostra flutuações dos mercados acionários 06/01/2021 REUTERS/Aly Song

As ações da China e de Hong Kong caíram com força nesta segunda-feira para o nível mais baixo do ano, uma vez que as preocupações de investidores com regulações do governo pressionaram os setores de educação, imobiliário e de tecnologia.

As vendas levaram a ações da Scholar Education Group, listada em Hong Kong, a despencar mais de 45%. As ações em Hong Kong da New Oriental Education & Technology Group Inc caíram mais de 47%. A empresa fornece serviços de tutoria e preparação para testes na China.

No mercado acionário da China, o Índice CSI de Educação terminou em baixa de 9,61%, no menor nível de fechamento em 16 meses.

As movimentações aconteceram depois do anúncio de Pequim na sexta-feira de novas regras que impedem tutoria para lucro, buscando aliviar a pressão financeira sobre as famílias. As mudanças também restringem o investimento estrangeiro no setor através de fusões e aquisições, entre outros.

O fim de semana também trouxe novas medidas regulatórias em nos setores de tecnologia e imobiliário, provocando vendas nesses setores na segunda-feira.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 3,22%, para o menor nível de fechamento desde dezembro, enquanto o índice de Xangai teve queda de 2,34%, em uma mínima de fechamento de mais de dois meses.

Veja também

Inclua Amazon, Tesla, Netflix, Apple e Facebook nos seus investimentos sem pagar taxa de corretagem! Conheça os BDRs

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!