Siga nossas redes

Finanças

Ações do Casino despencam após ofertas rivais de bilionários

Apesar de seus problemas de dívida, a empresa atrai potenciais investidores devido às localizações privilegiadas de suas lojas Monoprix e Franprix em Paris e em outras cidades francesas.

Publicado

em

por

Tempo médio de leitura: 4 minutos

As ações do Casino Guichard-Perrachon, controlador do Grupo Pão de Açúcar GPA (PCAR3) no Brasil,  despencaram em meio à análise de investidores de ofertas concorrentes para resgatar a problemática varejista francesa apresentadas por grupos liderados por dois bilionários, cada uma das quais deixaria detentores existentes com quase nada.

Na terça-feira (4), a varejista publicou detalhes das duas propostas, lideradas pelo empresário francês de telecomunicações Xavier Niel e pelo financista tcheco Daniel Kretinsky. Apesar de seus problemas de dívida, a empresa atrai potenciais investidores devido às localizações privilegiadas de suas lojas Monoprix e Franprix em Paris e em outras cidades francesas.

O grupo liderado por Niel, conhecido como 3F, também inclui o banqueiro Matthieu Pigasse e o empresário de varejo Moez-Alexandre Zouari. Com a ajuda de credores com garantias, sua oferta injetaria 900 milhões de euros (US$ 979 milhões) em dinheiro novo no negócio, embora a parcela acionária seja de apenas 450 milhões de euros.

Logotipo do supermercado Casino em Cannes, França 09/11/2019 REUTERS/Eric Gaillard

Fundos como Attestor Capital, Davidson Kempner Capital Management e Farallon Capital Management devem contribuir para a injeção de capital, de acordo com pessoas familiarizadas com o assunto, que pediram para não serem identificadas.

De acordo com o plano de Kretinsky, ele e a Fimalac de Marc Ladreit de Lacharrière — ambos acionistas existentes — forneceriam recursos de 1,35 bilhão de euros.

O Casino se reúne com representantes do Ministério das Finanças francês e credores nesta quarta-feira para discutir as propostas, disseram as pessoas. As ações da varejista chegaram a cair 42% em Paris. Os títulos emitidos pela unidade Quatrim, que são lastreados em ativos imobiliários, subiram quase 8 centavos de euro, para 78 centavos, já que ambos os investidores interessados querem restabelecer as notas estendendo o prazo de vencimento em quatro anos.

Um porta-voz do Casino não quis comentar. Representantes do Ministério das Finanças e dos fundos não estavam disponíveis para comentar.

Ofertas rivais

As ofertas rivais são a mais recente reviravolta em uma longa saga para o Casino, segundo o qual sua reestruturação resultará na diluição dos acionistas e na perda de comando do CEO Jean-Charles Naouri.

Embora a oferta de Kretinsky inclua mais ações, pode haver pressão sobre o Casino, seus credores e o presidente Emmanuel Macron para encontrar uma solução para os problemas da empresa. Reguladores franceses bloquearam anteriormente uma proposta de aquisição do Carrefour, rival do Casino, pela Alimentation Couche-Tard, do Canadá.

O Casino busca reduzir sua dívida com a venda de ativos desde 2018, mas, por estar concentrada em áreas muito dependentes do turismo, a rede foi afetada durante a pandemia e uma estratégia de subir os preços mais do que seus concorrentes aumentaram os problemas da varejista recentemente. A empresa teve que entrar em negociações supervisionadas pela Justiça com credores e outras partes interessadas, incluindo o estado francês, para reestruturar seu balanço em maio.

Mas, enquanto isso, a varejista francesa segue um plano de negócios projetado em torno de seus supermercados premium menores nos centros das cidades. Embora mantenha suas operações de hipermercados na França, o grupo planeja vender ativos não essenciais, como seus negócios na América Latina.

A varejista disse na semana passada que busca nada menos que 900 milhões de euros em dinheiro novo e converter 3,5 bilhões de euros em dívidas não garantidas e até 1,5 bilhão de euros em linhas garantidas em ações para reequilibrar suas finanças.

As duas ofertas diferem no tamanho do capital e no corte da dívida e podem atrair diferentes partes interessadas. Kretinsky fez uma oferta firme, enquanto o plano do 3F está pendente de diligência prévia.

O bilionário tcheco planeja reduzir o endividamento para 2 bilhões de euros, ao mesmo tempo em que fornece a maior parte da injeção de capital. Isso significaria uma grande participação para o investidor na empresa reestruturada.

A oferta do 3F permite um papel maior para os credores que desejam participar do aumento de capital, que normalmente são fundos que investem em dívida com desconto e desejam maximizar seus retornos com uma fatia acionária. O plano deixaria a empresa mais alavancada do que o Casino havia previsto, com 3,7 bilhões de euros em dívidas.

Ambas as propostas concordaram em manter a sede do Casino em Saint-Etienne, uma cidade a sudoeste de Lyon. O 3F também concordou em manter o nível de emprego no grupo principal, enquanto Kretinsky não faz referência explícita a isso, disse a empresa.

Veja também

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.