Siga nossas redes

Finanças

Bolsas globais voltam a tombar com coronavírus; ETF do Brasil chega a cair 7%

Avanço da pandemia de coronavírus força governos a ampliar medidas de confinamento, comprometendo cada vez mais a perspectiva da economia global.

Publicado

em

Máscara epidemia
Face of Asian young man wearing face mask

As bolsas da Europa abriram em forte queda, enquanto as asiáticas fecharam majoritariamente em baixa nesta segunda-feira (23). Os índices futuros de Nova York também apontavam para baixo, em meio a um impasse em torno de um pacote de resgate trilionário proposto pelo governo dos EUA e à medida que o avanço da pandemia de coronavírus força governos a ampliar medidas de confinamento, comprometendo cada vez mais a perspectiva da economia global.

O Ishares MSCI Brazil (EWZ), fundo de índice que replica as principais ações brasileiras, recuava 7,34% no pré-mercado de Nova York esta manhã.

Na China continental, o Xangai Composto teve queda de 3,11% hoje a 2.660,17 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto recuou 4,26%, a 1.631,88 pontos.

Ontem, o governo Trump falhou em aprovar no Senado americano um pacote de estímulos no valor de US$ 1,3 trilhão, destinado a amenizar os efeitos adversos do coronavírus. Há expectativa, porém, de que a proposta volte a ser apreciada nesta segunda.

Além disso, a propagação do coronavírus manteve ritmo acelerado no fim de semana, com o total de casos e mortes no mundo ultrapassando 300 mil e 14 mil, respectivamente. Como resultado, governos endureceram medidas de confinamento, numa tentativa de desacelerar o avanço da doença.

Em outras partes da Ásia, o Hang Seng Index caiu 4,86% em Hong Kong, a 21.696,13 pontos, enquanto o sul-coreano Kospi sofreu queda de 5,34% em Seul, a 1.482,46 pontos, após ter seus negócios temporariamente paralisados por um sistema semelhante ao circuit breaker, e o Taiex registrou baixa de 3,73% em Taiwan, a 8.890,03 pontos.

A exceção foi a Bolsa de Tóquio, que não operou na sexta-feira (20) em razão de um feriado nacional no Japão, dia que foi marcado por um movimento de recuperação generalizada na região asiática.

O Nikkei subiu 2,02% hoje, a 16.887,78 pontos, impulsionado pelo Softbank Group (+19%) e papéis do setor farmacêutico. O salto do Softbank veio após a empresa anunciar planos de vender 4,5 trilhões de ienes em ativos e gastar quase 2 trilhões de ienes do montante para recomprar ações.

Na Oceania, a bolsa australiana seguiu o tom majoritariamente negativo da Ásia e o S&P/ASX 200 sofreu um tombo de 5,62% em Sydney, a 4.546,00 pontos, influenciado principalmente por ações de grandes bancos domésticos.

*Com Estadão Conteúdo

Faça seu dinheiro trabalhar por você! Invista pela Easynvest

Anúncio Patrocinado Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente. Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente.

O InvestNews é um canal de conteúdo multiplataforma que oferece a cobertura diária de notícias e análises sobre economia, investimentos, finanças, mercado financeiro, educação financeira, projeções, política monetária e econômica. Tudo o que mexe com o seu dinheiro você encontra aqui, com uma linguagem simples e descomplicada sobre o mundo da economia e dos investimentos.