Siga nossas redes

Finanças

Eletrobras informa renúncia do conselheiro Ricardo Brandão

Nomeação de Rodrigo Limp gerou controvérsias e questionamentos sobre governança da companhia

Publicado

em

por

Reuters
eletrobras
Logo da estatal de energia Eletrobras em painel na bolsa de Nova York (NYSE). EUA, 9 de abril de 2019. REUTERS/Brendan McDermid

A estatal Eletrobras (ELET6 e ELET3) informou nesta sexta-feira (26) que o conselheiro Ricardo Brandão apresentou carta de renúncia e deixará o cargo a partir de 1° de abril.

“Em substituição ao Sr. Ricardo assumirá a Sra. Ana Carolina Tannuri Laferté Marinho, cuja eleição foi realizada nesta data”, disse a estatal em comunicado ao mercado, sem detalhar motivos da renúncia. Brandão havia sido indicado pelo governo, controlador da empresa.

A Eletrobras já havia informado a saída de um conselheiro nesta semana, com a renúncia de Mauro Cunha a cargo no colegiado, após críticas deste ao processo da companhia para nomeação de um novo presidente.

Cunha disse entender que “houve quebra irremediável de confiança no processo de governança” durante a nomeação porque o futuro CEO, Rodrigo Limp, não recebeu aval de uma consultoria contratada pela companhia para apoiar a seleção.

Limp, que é secretário de Energia Elétrica do Ministério de Minas e Energia, foi indicado ao posto pelo governo. Ele deve primeiro ser nomeado para um cargo no conselho, para depois ser formalmente conduzido à presidência da empresa.

Veja também: Estatais brasileiras: até onde chega o impacto da interferência política?

Invista na Apple, Amazon, Google, Disney, Netflix em poucos cliques e com taxa ZERO de corretagem! Invista em BDR

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!