Siga nossas redes

Finanças

Fundos ficam comprados em real pela 1ª vez em 2 anos, mostram dados da CFTC

Inflação subindo e um ciclo de aumento na taxa Selic contribuiu com uma das reviravoltas mais rápidas já registradas.

Publicado

em

por

Reuters
REUTERS/Adriano Machado

Fundos e especuladores dos mercados futuros dos Estados Unidos estão adotando posições compradas em real pela primeira vez em quase dois anos, mostraram dados, acompanhando o aumento dos juros em 2021 e as expectativas de crescimento econômico.

Com a inflação subindo e o Banco Central dando um início agressivo a seu ciclo de aumento da taxa Selic, a recente reviravolta no posicionamento líquido dos fundos na Commodity Futures Trading Commission (CFTC) foi uma das mais rápidas já registradas.

Números divulgados na sexta-feira mostraram que os fundos estavam comprados em real com 2.513 contratos na semana encerrada em 11 de maio, em comparação com uma posição vendida líquida de 9.898 contratos na semana anterior.

Ficar comprado em relação a um ativo financeiro é apostar que seu valor aumentará, e operar vendido é o oposto.

É a primeira vez desde agosto de 2019 que o posicionamento em relação ao real fica comprado na CFTC. A mudança ante uma posição líquida vendida de 26.286 contratos em 27 de abril representa o maior salto em duas semanas nas apostas de alta do real em mais de seis anos.

“O fluxo de notícias de Brasília continua quieto e continua a ser favorável para o desempenho superior do real”, escreveram estrategistas do Citi em uma nota nesta segunda-feira, acrescentando que os fluxos têm melhorado nas últimas semanas “particularmente dentro da comunidade alavancada”.

No início de março, o real estava próximo de R$ 6,00 por dólar e com queda de 10% no acumulado do ano. Nesta segunda-feira, ele estava sendo negociado a cerca de a R$ 5,31 por dólar.

Veja mais:

Comparador de Fundos: descubra em qual vale mais investir.

Opere com as melhores ferramentas para trader e corretagem ZERO em Ações! Comece já

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!