Siga nossas redes

Finanças

Golpes com Desenrola Brasil: perfis e links falsos surgem nas redes sociais

Ministério da Fazenda recomenda que os interessados no programa busquem informações diretamente com os bancos e não aceitem intermediários.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 4 minutos

O Desenrola Brasil, programa social do governo federal para renegociações de dívidas de pessoas físicas com banco, que foi lançado nesta semana, passou a ser um artifício de golpe na internet. Fraudadores começaram a criar perfis e links falsos para coletar dados pessoais e dinheiro de endividados que estão interessados em participar do projeto. 

O Ministério da Fazenda tem utilizado suas redes sociais para postar informações oficiais sobre o programa. No entanto, criminosos têm espalhado ofertas falsas na internet, confundindo consumidores.

Mensagem no perfil oficial do Ministério da Fazenda (Reprodução/Twitter)

Os golpistas têm criado páginas falsas principalmente no Facebook (FBOK34), dando nome a elas de “Desenrola Brasil” e usando a logomarca do governo federal. Além disso, eles ainda fazem o impulsionamento das publicações para atingir mais pessoas. Isso também ocorre no Google (GOGL34) por meio de anúncios que direcionam os usuários a sites não verificados. 

As promessas dessas dos criminosos são especialmente verificar a disponibilidade do Desenrola Brasil para os endividados e fazer as intermediações necessárias para as pessoas chegarem a acordos financeiros com os bancos.  

Posicionamento do governo federal 

O Ministério da Fazenda destaca ser de extrema importância que a população esteja atenta para evitar golpes usando o nome do Desenrola. 

O órgão comenta que, sobre a Faixa 2 (voltada para pessoas com dívidas negativadas, com renda de até R$ 20 mil), o interessado deve buscar informações com o próprio banco que tenha relacionamento e não aceitar nenhum intermediário.

Do mesmo modo, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) recomenda os interessados só busquem informações dentro dos canais oficiais dos bancos que aderiram ao programa, como agências, no internet banking ou em seus aplicativos bancários. 

“É muito importante que o cliente não clique em links recebidos por aplicativos de mensagens, de redes sociais e em links patrocinados em sites de busca. Faça você mesmo o contato com o seu banco. Fique atento para que não sejam aceitas propostas de envio de valores com a finalidade de garantir melhores condições de renegociação das dívidas. Reforçamos que somente é possível renegociar as dívidas nos canais oficiais dos bancos”, alerta Adriano Volpini, diretor do Comitê de Prevenção a Fraudes da Febraban.

Já em relação à Faixa 1, voltada para pessoas com renda de até 2 salários mínimos ou que estejam inscritas no CadÚnico, o governo passa outras instruções. 

“A Faixa 1 terá início a partir de setembro, e toda negociação será feita exclusivamente pelo site Gov.br. Será exigido acesso ao site com os certificados Prata ou Ouro. É importante que os cidadãos providenciem desde logo o seu cadastro no Gov.br com a certificação necessária.”

Ministério da Fazenda, em nota.

“Sobre a desnegativação de registros de até R$ 100, não é necessário que o cidadão adote nenhum procedimento. Os bancos habilitados farão a baixa dos registros diretamente nos birôs de crédito, sob a supervisão do Ministério da Fazenda”, acrescenta.

Posicionamento do Serasa 

Em meio a esse contexto, também criaram páginas falsas atrelando o Serasa ao Desenrola Brasil. 

A instituição se posicionou dizendo que tenta combater as fraudes por meio de denúncias e pela promoção de conteúdos educativos. “A empresa reitera que está comprometida com a segurança dos consumidores e disponibiliza equipes preparadas para sanar dúvidas sobre serviços e suspeitas de fraudes”, comenta. 

“Ressaltamos que o consumidor pode realizar a renegociação das dívidas durante todo o ano por meio dos canais oficiais da Serasa, no site (https://www.serasa.com.br/limpa-nome-online), no aplicativo disponível na Play Store e Apple Store e pelo WhatsApp no (11) 99575-2096. Qualquer forma de renegociar uma dívida da Serasa fora destes canais oficiais pode caracterizar uma tentativa de golpe”, finaliza.

Veja também

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.