Siga nossas redes

Geral

5 fatos para hoje: Abono salarial para nascidos em agosto; Correio em greve

Decidida ontem, a greve representa o temor dos funcionários com a privatização da empresa.

Publicado

em

por

InvestNews
Correios

1 – Caixa paga hoje abono salarial para nascidos em agosto

A Caixa paga hoje (18) abono salarial para trabalhadores da iniciativa privada nascidos em agosto. Já o Banco do Brasil libera o pagamento para servidores públicos com final de inscrição 1 no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep). Esse calendário é válido para quem não tem conta na Caixa ou no Banco do Brasil.

LEIA MAIS: Auxílio emergencial: veja o que fazer se você teve problemas no cadastro

O crédito na conta da Caixa, no caso de trabalhadores de empresas privadas, e na conta do Banco do Brasil, para servidores públicos, ocorreu no fim de junho.

Para os trabalhadores da iniciativa privada, vinculados ao Programa de Integração Social (PIS), é considerado o mês de nascimento no calendário de pagamentos. Já para os funcionários públicos, vale o dígito final do número de inscrição do Pasep.

2 – Sancionada lei que abre crédito suplementar de R$ 615,996 mi para ministérios

O presidente Jair Bolsonaro sancionou o projeto de lei que abre crédito suplementar no valor de R$ 615,996 milhões para os ministérios da Agricultura, Justiça e Segurança Pública e da Defesa. A Lei 14.037 está publicada em edição extra do Diário Oficial da União que circula na noite desta segunda-feira (17).

Em nota divulgada pela assessoria de comunicação social da Presidência, o governo esclarece que os recursos serão utilizados no desenvolvimento da política nacional pesqueira, na melhoria da segurança pública nacional e na realização da Operação Verde Brasil 2.

“A medida tem como objetivo possibilitar, dentre outros, a realização da Operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) na Amazônia Legal, a “Operação Verde Brasil 2“, cuja vigência foi estendida até 6 de novembro de 2020. Também está previsto o desenvolvimento de ações relacionadas com a prevenção e o enfrentamento ao delito e à violência, além da criação da política nacional pesqueira e aquícola em Bananeiras (PB)”, diz a nota.

3 – Funcionários dos Correios entram em greve

Cerca de 100 mil funcionários dos Correios em todos os Estados do País decidiram entrar em greve a partir das 22 horas desta segunda-feira (17). A paralisação ocorre por tempo indeterminado, em protesto contra a retirada de direitos, a privatização da empresa e a ausência de medidas para proteger os empregados da pandemia do novo coronavírus, informou a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares (Fentect).

Em nota, a federação afirma ter sido surpreendida com a revogação, a partir de 1º de agosto, do atual acordo coletivo, cuja vigência vai até 2021. Segundo a entidade, 70 cláusulas com direitos foram retiradas, como 30% do adicional de risco, vale-alimentação, licença-maternidade de 180 dias, auxílio-creche, indenização por morte e auxílio para filhos com necessidades especiais, além de pagamentos como adicional noturno e horas extras.

Sobre as ações da empresa para enfrentamento da pandemia, a federação relata que teve de acionar a Justiça para garantir aos empregados equipamentos de proteção individual, álcool em gel, testagem e afastamento daqueles integrantes de grupos de risco e dos que coabitam com crianças em idade escolar. A entidade afirma que se trata de estratégia para precarizar e privatizar a empresa.

4 – Seis empresas engrossam fila de abertura de capital na Bolsa

A corrida das companhias para aproveitar a janela para abertura de capital está intensa. Nos últimos dias, seis empresas protocolaram pedido para realizar sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Entre as candidatas a abrir o capital está a Lavvi, do grupo Cyrela, que pretende arrecadar mais de R$ 2,1 bilhões, caso seus papéis saiam no topo da faixa indicativa de preço. Especializada em empreendimentos de alto padrão, a companhia quer estrear na B3 em 2 de setembro.

Também entraram na fila a empresa de logística Sequoia, a Elfa Medicamentos, a EZ In (outra incorporadora), a companhia de varejo Grupo Mateus e a Alphaville, conhecida pelos condomínios de luxo.

5 – Stone capta cerca de US$ 1,495 bilhão em follow on

A Stone, empresa brasileira de meio de pagamentos que tem ações negociadas na Nasdaq, em Nova York, anunciou nesta segunda-feira, que captou aproximadamente US$ 1,495 bilhão (cerca de R$ 8,2 bilhões) na oferta subsequente (follow on), mediante emissão de 31,481,250 ações Classe A, incluindo lote adicional de 4,106,250 de ações, a US$ 47,50 por papel.

LEIA MAIS: Ação da Linx dispara 11% após ‘investida’ de Totvs e Stone

“A empresa pretende usar o valor líquido da emissão para financiar a possível aquisição da Linx e para pagar eventuais taxas e despesas relacionadas à transação, além de propósitos corporativos gerais”, diz a empresa no formulário 6-K enviado à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC, na sigla em inglês). “Se por qualquer razão a aquisição da Linx não for consumada, a empresa pretende usar o valor da oferta para propósitos corporativos gerais.”

*Com Estadão Conteúdo

Que tal investir com toda a experiência e conhecimento dos melhores gestores do mercado? Escolha seus Fundos de Investimento na Easynvest!

Anúncio Patrocinado Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente. Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente.

O InvestNews é um canal de conteúdo multiplataforma que oferece a cobertura diária de notícias e análises sobre economia, investimentos, finanças, mercado financeiro, educação financeira, projeções, política monetária e econômica. Tudo o que mexe com o seu dinheiro você encontra aqui, com uma linguagem simples e descomplicada sobre o mundo da economia e dos investimentos.