Siga nossas redes

Geral

Ficou sabendo? CVM abre processo da Petrobras; Instagram libera link no stories

O registro na CVM não menciona o objetivo da investigação, mas ocorre após declarações de Guedes e Bolsonaro sobre privatização da companhia.

Publicado

em

Petrobras
Logo da empresa de petróleo, Petrobras, no Rio de Janeiro, Brasil. 16/10/2019 REUTERS/Sergio Moraes

CVM abre processo sobre Petrobras após declarações envolvendo privatização

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) abriu nesta quarta-feira (27) processo administrativo sobre a Petrobras (PETR4), sem informar o motivo, após o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, terem feito declarações envolvendo a privatização da empresa.

O registro no site da CVM não menciona o objetivo da investigação. Segundo um fonte com conhecimento do assunto, o processo foi aberto após a Petrobras ter publicado fato relevante na segunda-feira informando que questionou o governo sobre a eventual existência de estudos para privatização da companhia.

Bolsonaro afirmou que a privatização da Petrobras “entrou no radar” do governo. Depois, Guedes disse que bastou frase de Bolsonaro sobre privatização da Petrobras para as ações da estatal subirem.

Instagram libera link nos stories para todos

O Instagram liberou a ferramenta de compartilhamento de links nos histories. Antes, a opção só estava disponível para aqueles com mais de 10.000 seguidores.

Na última semana, a rede social anunciou uma série de outras ferramentas para incentivar a próxima geração de criadores digitais .

Minoritários da Vibra comunicam sobre assinatura de acordo para disciplinar votos

A Vibra Energia (ex-BR Distribuidora) recebeu notificação de acionistas acerca da celebração de acordo para disciplinar o exercício do direito de voto relativo às participações minoritárias detidas pelos signatários, conforme fato relevante enviado ao mercado nesta quarta-feira.

A correspondência foi enviada pelos acionistas Dynamo Administração de Recursos, Dynamo Internacional Gestão de Recursos, Samambaia Master Fundo de Investimento em Ações Investimento no Exterior – BDR Nível I e Ronaldo Cezar Coelho.

O acordo de acionistas vincula um total de 167.270.500 ações ordinárias de emissão da Vibra, sendo 114.083.800 detidas pelo Grupo RCC e 53.186.700 detidas por veículos de investimento geridos pela Dynamo, considerando a posição detida nesta data pelos signatários, disse a empresa.

Os acionistas pontuaram que “compartilham visões convergentes quanto ao processo de transição a ser perseguido pela Vibra e pretendem contribuir para o crescimento sustentável dos seus negócios de acordo com princípios e valores que devem orientar as suas atividades no longo prazo”.

“Porém, não possuem intenção de formar um bloco de controle ou alterar a estrutura administrativa da companhia, reservando-se o direito de, oportunamente, indicar membros para compor o conselho de administração da companhia”, disse a Vibra.

*Com informações da Reuters

Veja também

Investir em Ações é ainda mais fácil com taxa de corretagem ZERO! Aproveite agora

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!