Siga nossas redes

Geral

Ficou sabendo? FMI elogia política monetária do Brasil; títulos ESG do país

E mais: Regulador britânico quer decidir sobre compra da Activision pela Microsoft até 29 de agosto.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 3 minutos

FMI elogia política monetária do Brasil 

O Conselho Executivo do Fundo Monetário Internacional (FMI) disse nesta segunda-feira que a atual política monetária do Brasil é “apropriada” e pediu a continuação de uma abordagem orientada para o futuro e baseada em dados.

fmi fed países emergentes
Logo do FMI 12/10/2018. REUTERS/Johannes P. Christo

O conselho pediu essa abordagem considerando a “lenta redução do núcleo da inflação no Brasil e as expectativas de inflação ainda acima da meta”, disse o FMI em um relatório após a conclusão de uma consulta com o Brasil.

O relatório também observou que a inflação geral tem recuado rapidamente desde o pico atingido no ano passado.

Brasil fará estreia de títulos ESG na próxima emissão, diz Ceron

O Brasil oferecerá seus primeiros títulos vinculados a projetos sociais e ambientais nos próximos meses, uma entrada há muito esperada nos mercados de dívida sustentável que demonstrará seu compromisso com metas climáticas ambiciosas, disse o secretário do Tesouro, Rogério Ceron.

O país nunca emitiu títulos sustentáveis, mas planeja fazê-lo na próxima vez que buscar financiamento nos mercados internacionais. Uma nova operação deve ficar pronta até o final de agosto, com a colocação entre setembro e novembro, disse Ceron à Bloomberg News em entrevista de seu escritório em Brasília. 

Regulador britânico quer decidir sobre compra da Activision pela Microsoft até 29 de agosto

O órgão regulador da concorrência do Reino Unido iniciou nesta segunda-feira análise sobre a compra da Activision Blizzard pela Microsoft (MSFT34), com o objetivo de chegar a uma decisão final até 29 de agosto. O negócio de 69 bilhões de dólares foi bloqueado anteriormente em abril.

Logo da Microsoft em Los Angeles, Califórnia, Estados Unidos 07/11/2017 REUTERS/Lucy Nicholson

Qualquer pessoa que deseje comentar sobre a nova versão do negócio deve fazê-lo até 4 de agosto, afirmou o órgão regulador da concorrência CMA.

A Microsoft expôs os compromissos que assumiu para que os videogames da Activision possam ser distribuídos ao longo de uma década por plataformas de rivais que incluem Sony, Nvidia, Boosteroid e Ubitus, o que, segundo a empresa, deveria aliviar as preocupações do regulador sobre impactos na concorrência.

(*Com informações de Reuters e Bloomberg)

Veja também

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.