Siga nossas redes

Geral

Ficou sabendo? Rival da Uber mira IPO; Azul amplia acordo com a United

E mais: Petrobras não construirá plataformas inteiras no Brasil, diz diretor.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 3 minutos

Bolt, rival da Uber, busca se tornar lucrativa no próximo ano e IPO em 2025

A startup estoniana de transporte e entrega de alimentos Bolt espera se tornar lucrativa nos próximos 12 meses e estar preparada para uma oferta pública inicial de ações (IPO) em 2025, disse o presidente-executivo, Markus Villig, em entrevista.

A empresa, rival da Uber, foi avaliada em mais de US$ 8 bilhões, quando levantou 628 milhões de euros de investidores em janeiro do ano passado.

A Uber também espera ter lucro operacional este ano.

Azul amplia acordo de compartilhamento de viagens com United 

Avião da Azul se prepara para pousar no aeroporto Santos Dumont, Rio de Janeiro
Avião da Azul se prepara para pousar no aeroporto Santos Dumont, Rio de Janeiro 21/1/2019 REUTERS/Sergio Moraes

Azul (AZUL4) comunicou nesta segunda-feira que expandiu o acordo de compartilhamento de voos com a norte-americana United Airlines, incluindo seis novos destinos nos Estados Unidos.

Os clientes poderão comprar bilhetes do Brasil para Fort Lauderdale e Orlando se realizaram conexões em Chicago, Cleveland, Denver, Los Angeles, São Francisco e a capital Washington. Atualmente, a Azul mantém uma parceria com a United para voos a Houston e Newark.  

De acordo com a companhia aérea brasileira, as vendas começarão no início de maio para clientes que desejam voar a partir do dia 10. 

Petrobras não construirá plataformas inteiras no Brasil, diz diretor

Petrobras (PETR3PETR4) vai ajudar a revitalizar a indústria de construção naval do Brasil, com contratos para descomissionar plataformas antigas ou fabricar módulos para novas embarcações, mas não para construir plataformas inteiras, disse à Reuters o diretor-executivo de Engenharia, Tecnologia e Inovação, Carlos Travassos.

Empregos criados pela indústria naval ancorados por contratos da Petrobras são um pilar fundamental para o programa político do presidente Luiz Inácio Lula da Silva desde sua primeira eleição em 2002.

Naquele ano, ele disse que as plataformas poderiam ser construídas no Brasil, e ordenou a volta de duas que estavam no oceano Atlântico a caminho da Ásia para obras, argumentando que a Petrobras não poderia exportar esses empregos. Lula recentemente concluiu a alteração completa da alta cúpula da Petrobras.

(*Com informações da Reuters.)

Veja também

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.