Siga nossas redes

Geral

Morning Call: semana termina com sinalizações do Fed de alta de juros

Os principais fatos que podem impactar os mercados e uma breve análise do nosso índice Bovespa

Publicado

em

por

Ângela S. Tosatto
imagem ilustrativa: ações ibovespa

Cenário Global e de Bolsa de Valores

Mercado Asiático

As ações da China fecharam em baixa nesta sexta-feira, com problemas no setor imobiliário continuando a pesar sobre o sentimento de investidores, enquanto os recentes surtos de Covid-19 no país aumentaram as preocupações sobre o efeito da pandemia na economia.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,8%, enquanto o índice de Xangai teve queda de 1%. Na semana, os índices perderam 2% e 1,6%, respectivamente.

Mercado Europeu

As ações europeias caíam nesta sexta-feira, após comentários “hawkish” (inclinados a mais aperto monetário de forma a combater a inflação) de autoridades do banco central dos Estados Unidos despertarem preocupações sobre o impacto de condições monetárias mais apertadas, com os papéis de tecnologia a caminho de seu segundo declínio semanal consecutivo.

O FTSE em Londres amanheceu com leve baixa de 0,06%, o DAX na Alemanha com baixa de 0,60%, a IBEX de Madri opera em baixa de 0,45% e a CAC de Paris opera em baixa de 0,64%.

Mercado Norte Americano

Conforme a alta inflação contínua afeta ainda mais o bolso dos norte-americanos, a diretora do Federal Reserve, Lael Brainard, tornou-se, nesta quinta-feira, a última e maior autoridade do banco central dos EUA a sinalizar que o Fed está se preparando para começar a subir as taxas de juros em março.
Outros membros do Fed também já mostraram sua intenção de elevar os juros, depois de dados desta semana terem mostrado que os preços ao consumidor nos EUA saltaram 7% em dezembro na base anual.

Futuros: Dow Jones (+0,19%), S&P 500 (+0,10%); Petróleo: Brent (+1,21%), WTI (+1,11%); Ouro (+0,06%).

Cenário no Brasil

No cenário nacional, representantes de auditores fiscais que se reuniram com o ministro da Economia, Paulo Guedes, na quinta-feira, deixaram o encontro frustrados com a não apresentação de uma solução sobre o pagamento do bônus de eficiência reivindicado pela categoria, e falaram em acirramento do movimento de protesto.

Ibovespa

O Ibovespa fechou em leve queda de 0,15% na quinta-feira aos 105.530 pontos, após duas quedas seguidas, mesmo com o tombo nos mercados em Wall Street por conta de liquidação das ações de tecnologia. O volume financeiro do pregão foi de R$27,7 bi.

O IBOV segue em tendência de baixa no longo prazo ao cruzar a média móvel de 200 períodos de cima para baixo e formar topos e fundos descendentes. No gráfico semanal, o IBOV está se mantendo acima de uma região importante de suporte, a Média Móvel Exponencial de 200 períodos (MME200). Para demonstrar um viés altista nas próximas semanas, o IBOV deve se manter acima da Média Móvel Exponencial de 9 períodos (MME9). Como suporte imediato temos a região de 100.130 pontos (MME200) e como resistência imediata a região dos 105.490 pontos (MME9), que também foi testada ontem (13). Qualquer movimento positivo neste momento será considerado um pullback (correção), dentro de uma tendência predominante de baixa.

Indicadores econômicos e eventos
BRA
Vendas no Varejo (Mensal) (Nov) – 09H 

EUA 
Núcleo de Vendas no Varejo (Mensal) (Dez) – 10:30H
Vendas no Varejo (Mensal) (Dez) – 10:30H 

EUR
Discurso de Christine Lagarde, Presidente do BCE – 10:15H

Investir é mais fácil do que você imagina. Aqui tem o investimento ideal para o seu perfil. Vem pro Nu invest!

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!