Siga nossas redes

Negócios

Azul faz acordo de 216 milhões de euros para se tornar acionista da Lilium

As empresas também definiram exclusividade para a operação de jatos elétricos no Brasil.

Publicado

em

por

Azul

A Azul (AZUL4) anunciou na sexta-feira (22) à noite que fechou acordo para receber bônus de subscrição que lhe darão o direito de comprar 1,8 milhão de ações ordinárias da fabricante de aeronaves elétricas de decolagem e pouso vertical Lilium.

Cada bônus terá valor de 0,12 euro por ação e poderá ser exercido até 22 de outubro de 2026. O valor leva a 216 milhões de euros, cerca de R$ 1,42 bilhão.

Segundo o fato relevante, Azul e Lilium também definiram exclusividade para a operação de jato elétricos no Brasil até o início da entrega de contratos ou até o vencimento do acordo.

A Azul já havia anunciado em agosto com a Lilium, uma empresa alemã, parceria para construir no Brasil uma malha com jatos elétricos conhecidos pela sigla “eVTOL” e apelidados de táxis aéreos a partir de 2025.

Veja também

  • As empresas brasileiras centenárias mais inovadoras da B3
  • CEO da PDG responde: após recuperação judicial, cautela é a palavra de ordem
  • 4 investimentos com o Ibovespa abaixo de 110 mil pontos
  • Juros compostos: aprenda a converter taxas anuais para mensais nos investimentos
  • Tesouro Direto: o que acontece com meu dinheiro quando o título vence?
  • Analistas apontam 3 formas de se proteger do sobe e desce do mercado

Faça seu dinheiro começar a render mais hoje! Vem pro Nu invest!

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!