Siga nossas redes

Negócios

Balanço da Apple: problemas na cadeia de fornecimento afetam resultado

Presidente da Apple, Tim Cook, disse que o impacto será ainda pior durante as vendas dos feriados do trimestre atual.

Publicado

em

por

Tempo médio de leitura: 3 minutos

apple

Problemas da cadeia de suprimentos fizeram a Apple (AAPL34) ter resultado aquém das expectativas de Wall Street, e o presidente-executivo da companhia, Tim Cook, disse que o impacto será ainda pior durante as vendas dos feriados do trimestre atual.

Cook disse à Reuters nesta quinta-feira (28) que o terceiro trimestre teve “restrições de oferta maiores do que o esperado”, bem como interrupções ligadas à pandemia no Sudeste Asiático. Embora a Apple tenha visto “melhorias significativas” no fim de outubro, a escassez de chips persistiu e agora está afetando “a maioria de nossos produtos”, disse Cook.

“Estamos fazendo tudo o que podemos para obter mais (chips) e também tudo o que podemos fazer operacionalmente para garantir que estamos avançando o mais rápido possível”, disse Cook.

Ele afirmou que a empresa espera crescimento ano a ano para o trimestre que termina em dezembro. Os analistas esperam crescimento de 7,4%, para US$ 119,7 bilhões.

“Estamos projetando um crescimento de demanda muito sólida ano a ano. Mas também prevemos que teremos uma demanda menor que 6 bilhões de dólares”, disse Cook.

Os resultados da Apple mostraram performance mista.

A receita e o lucro do trimestre foram de US$ 83,4 bilhões e US$ 1,24 por ação, respectivamente, em comparação com as estimativas dos analistas de US$ 84,8 bilhões e US$ 1,24 por ação, de acordo com dados IBES da Refinitiv.

A Apple frustrou as expectativas em duas categorias principais. As vendas do iPhone no quarto trimestre somaram US$ 38,9 bilhões, abaixo das estimativas de US$ 41,5 bilhões, de acordo com dados da Refinitiv.

Cook disse que os chips feitos com tecnologia mais antiga continuam sendo a principal restrição de oferta. Ele disse que a Apple não tem certeza se a escassez diminuirá após a temporada de compras natalinas.

O segmento de acessórios, que contém categorias de rápido crescimento como os fones de ouvido sem fio AirPods, faturou US$ 8,8 bilhões, contra expectativas dos analistas de US$ 9,3 bilhões, de acordo com dados da Refinitiv.

Outros segmentos se saíram melhor. As vendas de iPads e Macs somaram US$ 8,3 bilhões e US$ 9,2 bilhões, respectivamente, em comparação com estimativas de analistas de US$ 7,2 bilhões e US$ 9,2 bilhões, de acordo com dados do Refinitiv.

Veja também

  • Petrobras reverte prejuízo e lucra R$ 31,14 bilhões no 3º trimestre
  • Petrobras e Vale em dia de balanço: o que esperar das ações?
  • Ambev sobe mais de 9%; Americanas encerra em forte queda
  • Lucro do Assaí cresce 34% com abertura de lojas e crédito fiscal
  • Lucro do Fleury cai 28% no 3º tri, para R$ 95 milhões; receita sobe

Este conteúdo é de cunho jornalístico e informativo e não deve ser considerado como oferta, recomendação ou orientação de compra ou venda de ativos.

Invista na Apple, Amazon, Google, Disney, Netflix em poucos cliques e com taxa ZERO de corretagem! Invista em BDR

Anúncio Patrocinado Super Week Temporada de balanços Super Week Temporada de balanços
ANÚNCIO PATROCINADO      Conheça a carteira recomenda de dividendos

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Anúncio Patrocinado Carteira Top 10