Siga nossas redes

Negócios

Evergrande perde prazo para pagamento e Kaisa amplia crise no setor

Uma série de empresas do setor imobiliário chinês têm enfrentado dificuldades para levantar recursos, com muitas optando por venda de ações e ativos.

Publicado

em

por

Tempo médio de leitura: 4 minutos

Evergrande
Visãio externa do China Evergrande Centre em Hong Kong 26/03/2018. REUTERS/Bobby Yip/File Photo

Alguns credores internacionais do grupo imobiliário chinês Evergrande não receberam o pagamento do cupom de seus títulos até o final do período de carência de 30 dias, afirmaram cinco fontes com conhecimento do assunto, o que deixou a companhia mais perto de um calote formal.

Ampliando uma crise de liquidez no antes efervescente mercado imobiliário chinês, a Kaisa Group Holdings, de menor porte que a Evergrande, também parecia sem condições de cumprir compromisso de dívida de US$ 400 milhões que vence nesta terça-feira, afirmou uma fonte com conhecimento direto do assunto.

O não pagamento de US$ 82,5 milhões em juros por parte da Evergrande no mês passado pode disparar um processo de defaults em US$ 19 bilhões em títulos internacionais e colocar a companhia em risco de se tornar a empresa chinesa a dar o maior calote, possibilidade que tem assombrado a segunda maior economia do mundo há meses.

O não pagamento do título de 6,5% pela Kaisa, segunda maior devedora de títulos internacionais entre empresas do setor de construção da China depois da Evergrande, vai deixar a companhia em situação de calote técnico, disparando vencimento de outras dívidas que somam quase US$ 12 bilhões.

Representantes da Evergrande não comentaram o assunto. A Kaisa, que se tornou em 2015 a primeira empresa do setor de construção da China a não pagar um título de dívida internacional, não se manifestou.

A Evergrande já foi a maior empresa do setor imobiliário da China, com mais de 1.300 projetos estatais na carteira. A empresa tem compromissos de US$ 300 bilhões e está no centro da crise da indústria da construção da China.

A não Evergrande não fez qualquer comunicação aos credores sobre o não pagamento do cupom, disse uma das fontes. A companhia tinha informado na segunda-feira a criação de um comitê de gestão de risco, que incluiu autoridades chinesas para ajudar o grupo a “mitigar e eliminar riscos futuros”.

Isso ocorreu depois que a empresa afirmou que credores exigiram US$ 260 milhões, mas o grupo não tinha fundos garantidos para pagar a dívida. Autoridades então convocaram o presidente do conselho de administração da companhia e garantiram aos mercados que um risco mais amplo seria contido.

A agência de classificação de risco Standard & Poor’s afirmou nesta terça-feira que a cobrança dos US$ 260 milhões mostra que a liquidez da Evergrande continua “extremamente fraca”, com um calote parecendo inevitável diante de vencimentos que somam US$ 3,5 bilhões em março e abril de 2022.

Até agora, a crise na Evergrande tem sido em grande parte restrita à China. Com autoridades do país se mostrando mais vocais e os mercados mais informados sobre o problema, as consequências da crise da companhia têm visto menos chance de se espalharem, afirmaram observadores do mercado.

Criada em 1996, a Evergrande foi o ápice de uma era de crédito farto que impulsionou o mercado imobiliário chinês. Mas o modelo de negócio da empresa foi colocado em xeque pela entrada em vigor de centenas de novas regras criadas para conter o endividamento das empresas do setor e promover habitação acessível no país.

Uma série de empresas do setor imobiliário chinês têm enfrentado dificuldades para levantar recursos, com muitas optando por venda de ações e ativos.

Shimao Group e Logan Group anunciaram nesta terça-feira operações de aumento de capital para levantarem cada uma US$ 150 milhões, enquanto a Guangzhou R&F Properties anunciou acordo para vender 30% de participação em um parque logístico em Guangzhou.

Para a Kaisa, o risco de calote cresceu depois que a empresa não conseguiu realizar uma operação de troca de dívida com credores na semana passada.

Fontes afirmaram anteriormente que credores tinham oferecido à Kaisa US$ 2 bilhões em financiamento no mês passado, mas as negociações não avançaram.

Veja também

Ganhe dinheiro com hospitais, shoppings e outros empreendimentos, tudo com taxa ZERO de corretagem! Invista em Fundos de Investimento Imobiliários

Anúncio Patrocinado Probabilidades Samy Dana Probabilidades Samy Dana
ANÚNCIO PATROCINADO      Novidade Carteita TOP FII Junho

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Anúncio Patrocinado Cripto no App Nu