Siga nossas redes

Negócios

Odebrecht adia assembleia de credores para aprovar plano de recuperação judicial

O Grupo Odebrecht é uma das empresas investigadas pela operação Lava Jato.

Publicado

em

 

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), deverá adiar por mais 30 dias, a assembleia de credores para aprovação do plano de recuperação judicial do grupo Odebrecht. A empresa pediu proteção à justiça em junho de 2019, com dívidas declaradas de R$ 98,5 bilhões.

Segundo informações do jornal O Estado de São Paulo, o BNDES exige que o grupo abra mão da empresa de açúcar e etanol Atvos, para aprovar o plano.

A Atvos conta com nove usinas de açúcar e álcool e é a segunda maior produtora de cana do Brasil.

Segundo o Estadão, a entrada de um investidor para o negócio de açúcar e álcool está nas mesas de discussões do grupo Odebrecht e credores.

Nas últimas semanas, os consultores financeiros do conglomerado baiano – Ricardo Knoepfelmacher, ou Ricardo K., da RK Partners, e Eduardo Munhoz, da E. Munhoz Advogados – intensificaram conversas com os bancos, mas não haveria consenso para fechar a questão até a semana que vem.

Outro ponto sensível nas negociações é a Caixa Econômica Federal, que não tem dívidas garantidas com ações da Braskem e estava dificultando as conversas.

Lava Jato

A Odebrecht é uma das empreiteiras envolvidas na investigações da Lava Jato, que apura a corrupção na Petrobras. Nos últimos quatro anos, a empresa perdeu contratos e ficou com uma dívida milionária, reduzindo o porte do grupo.

Uma das alternativas do grupo para a recuperação financeira seria a venda da petroquímica Braskem para à rival Lyondelbasell. A companhia holandesa, contudo, a empresa desistiu do negócio diante da insegurança jurídica por conta dos processos ambientais que a Braskem enfrenta em Alagoas.

Considerada a joia da coroa do grupo, a petroquímica Braskem, que tem a Petrobrás como acionista, anunciou, no início de janeiro, um acordo de R$ 2,7 bilhões para remover de local e compensar 17 mil moradores afetados pela atividade de mineração em bairros de Maceió, em Alagoas.

O acordo foi assinado com a Defensoria Pública do Estado de Alagoas, o Ministério Público Federal (MPF), o Ministério Público do Estado de Alagoas (MPE) e a Defensoria Pública da União (DPU).

Fontes a par do assunto afirmaram que a retomada do processo de venda da Braskem deverá ocorrer após o processo de recuperação judicial da Odebrecht avançar.

Em nota, o grupo Odebrecht informou que “segue trabalhando diariamente (…) com seus credores para a conclusão do plano de recuperação judicial. As negociações tratam, no momento, do detalhamento desse plano. Eventual adiamento de assembleia-geral de credores decorrerá da necessidade natural de prazo maior para avanço das negociações e para a conclusão dos termos a serem votados.”

Que tal investir com toda a experiência e conhecimento dos melhores gestores do mercado? Escolha seus Fundos de Investimento na Easynvest!

Anúncio Patrocinado Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente. Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente.

O InvestNews é um canal de conteúdo multiplataforma que oferece a cobertura diária de notícias e análises sobre economia, investimentos, finanças, mercado financeiro, educação financeira, projeções, política monetária e econômica. Tudo o que mexe com o seu dinheiro você encontra aqui, com uma linguagem simples e descomplicada sobre o mundo da economia e dos investimentos.